Os artigos publicados no site da Rádio Taquara não refletem a opinião da emissora. A divulgação atende ao princípio de valorização do debate público, aberto a todas as correntes de pensamento.
Participe: jornalismo@radiotaquara.com.br
Publicado em 29/10/2021 14:39 Off

28 DE OUTUBRO

Eu já me utilizei deste espaço há um tempo para falar sobre esse tema, não com o mesmo objetivo, mas tratando dos mesmos personagens: os servidores e as servidoras públicos/as. Naquela coluna, intitulada Os amigos do rei, me debrucei sobre o tema da PEC 32/2020 – a Reforma Administrativa. Aquela mesma que Paulo Guedes e Bolsonaro querem aprovar para acabar com os “privilégios” – dos que ganham menos de três salários mínimos, enquanto os ‘amigos do rei’ seguem usufruindo de suas altas remunerações e de todos os auxílios possíveis e imagináveis.

Porém, hoje eu quero olhar para esse tema sob outro viés. Hoje eu quero utilizar a Miscelânea para falar do Dia do Servidor e da Servidora Público/a.

Nesse 28 de outubro se comemorou o dia deles e delas. E eu não poderia deixar de dizer algumas palavras sobre o assunto.

Hoje eu quero usar este espaço para deixar minha homenagem a todos e todas que fazem as políticas públicas acontecerem de fato. Deixar minha homenagem e minha admiração a todos e todas que se dedicaram, estudaram e, através de um concurso público, obtiveram o direito de serem chamados de Servidores e Servidoras Públicos/as.

Aos que fazem a educação, a saúde, a cultura desse país… Aos trabalhadores e trabalhadoras da educação, aos profissionais da saúde, aos profissionais da segurança, aos profissionais do setor administrativo, a todos e todas que fazem o Estado funcionar: meus mais sinceros parabéns!

E meu desejo de que a PEC não transforme esses cargos tão importantes em cabide dos ‘amigos do rei’; que sigamos tendo na Gestão Pública pessoas que estudaram, se dedicaram e têm os requisitos necessários para estar onde estão.

E que esse dia, para além das comemorações, nos lembre que a luta é necessária e que os direitos nunca vêm de graça… E que também não é de graça que eles se vão!

Sigamos firmes na luta pelo serviço público, gratuito e de qualidade!

E antes que eu me esqueça, DEFENDAM O SUS!!!

Por Ana Maria Baldo
Professora, de Taquara
[Leia todas as colunas]

>> Deixe sua opinião:
Os artigos publicados no site da Rádio Taquara não refletem a opinião da emissora. A divulgação atende ao princípio de valorização do debate público, aberto a todas as correntes de pensamento.
Participe: jornalismo@radiotaquara.com.br