Geral
  COMBATE À DENGUE

Agentes de endemias de Taquara realizam mutirão de limpeza nos túmulos no Cemitério Municipal

Iniciativa teve como objetivo eliminar a presença de focos do mosquito Aedes aegypti no local
Foto: Ruan Nascimento/Prefeitura de Taquara

Na manhã de segunda-feira (20), os agentes de combate a endemias de Taquara realizaram um mutirão de limpeza nos túmulos do Cemitério Municipal de Taquara, no bairro Cruzeiro do Sul. A ação teve como objetivo detectar e eliminar focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue.



Durante a ação, a equipe encontrou vasos com água parada acumulada, onde são depositados os ovos do Aedes aegypti.

“Este é um trabalho feito periodicamente pelos agentes aqui no Cemitério. A cada 15 dias, a equipe verifica os túmulos para detectar os focos. É um trabalho constante para que o espaço não se torne um criadouro do mosquito, infectando visitantes e moradores vizinhos”, conta a responsável pela Vigilância Ambiental de Taquara, Regina Damasceno Rodrigues.

Para a população que visitar o Cemitério Municipal, a recomendação é para o uso de vasos de flores com furos, sem tampas, e evitar depositar vasos decorados com papel celofane, que acumulam muita água.

“Precisamos manter os cuidados com o Aedes aegypti para que não tenhamos um aumento de novos casos da doença. Se ao depositarmos uma lembrança para nossos entes queridos, tomarmos estas precauções, conseguiremos ajudar na diminuição da proliferação do mosquito”, conta a prefeita Sirlei Silveira.

Situação da dengue em Taquara

Conforme a prefeitura de Taquara, desde o início do ano, Taquara já registrou 210 casos positivos de dengue e outros 378 suspeitos. De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Andressa Martins, houve redução no número de infectados pela doença nos últimos dias.

“Mesmo com a diminuição de infectados, os agentes de endemias continuam fazendo visitas periódicas nos bairros, buscando por focos do mosquito. Passamos em todos os bairros pelo menos uma vez por semana, para intensificar os trabalhos de prevenção da doença”, explica Andressa.