Alunos de escola de Igrejinha apresentam trabalhos relacionados ao Dia da Consciência Negra

As obras de Monteiro Lobato foram o tema dos estudos das turmas 303 e 304 do Instituto Estadual de Educação Olívia Lahm Hirt.
Publicado em 23/11/2021 10:21 | Atualizado em 23/11/2021 11:54 Off
Por Alan Júnior

Fotos: Renato Salomon/Prefeitura de Igrejinha

O Dia da Consciência Negra (20 de novembro), é sempre um convite para repensar a história em busca de construí-la com mais respeito e igualdade. Foi pensando nisso, que duas professoras do Instituto Estadual de Educação Olívia Lahm Hirt, mobilizaram alunos para um momento de reflexão e discussão. O encontro aconteceu durante a tarde do dia 18, nas dependências da Biblioteca Municipal de Igrejinha.

Em suas falas, as professoras Márcia Rebechi, de Literatura, e Eliana Auler, de História, destacaram a importância da luta pela igualdade de direitos todos os dias, até nas situações mais cotidianas, não apenas em datas comemorativas – o que não tira sua relevância, segundo ela.

A tarde foi marcada pela riqueza que a reflexão sobre o tema oferece, e as turmas, além de aprenderem com os trabalhos, compartilharam conhecimento com o intuito de edificar, no dia a dia, um mundo melhor e sem preconceitos.

Em seguida, os alunos das turmas 303 e 304 apresentaram as construções que fizeram em sala de aula. Uma parte dos estudantes dramatizou o conto “Negrinha”, de Monteiro Lobato, que retrata a vida da personagem Negrinha, que sofria com o racismo e a sociedade patriarcal de sua época. Participaram da encenação os alunos ngelo da Rosa, Letícia Hehn, Letícia Camargo, Luisa D Ávila, Eduarda Cézar, Isadora Bublitz, Fernanda Rheinnheimer, Kamilly e Eduarda Volkweis.

Para finalizar a tarde, um seminário com as alunas Ana Laura e Samanta de Mattos apresentou interpretações da leitura de obras do autor Monteiro Lobato, expondo novos possíveis fins para as histórias.

>> Deixe sua opinião: