Artesãos quilombolas de Taquara representam município na 44ª Expointer

Os representantes apresentaram seus trabalhos em laços de fitas e peças artesanais em madeira
Publicado em 11/09/2021 11:37 Off
Por Alan Júnior

Fotos: Divulgação

A 44ª Expointer, que ocorre de 04 a 12 de setembro, em Esteio, contou com um espaço para o artesanato quilombola de Taquara, no Pavilhão da Agricultura Familiar. No espaço, foram apresentadas peças artesanais oriundas de diversas comunidades quilombolas do estado, e a Comunidade Quilombola Vó Anita, do Paredão Baixo, de Taquara, também se fez presente neste ano, com produtos feitos artesanalmente pelos artesãos Fátima Aparecida Cruz dos Santos e Sandro Cruz dos Santos.

Os artesãos apresentaram suas peças na feira internacional, como esclarece a extensionista da Emater/RS-Ascar em Taquara, Daiane Farias, com o intuito de divulgar e comercializar seus trabalhos.

A Fátima trabalha com laços de cabelo em fita e explica que começou a fazer artesanato como um passatempo. “Já fiz crochê, meias de seda, trabalhos com reciclagem, mas comecei a fazer os laços de cabelo após o nascimento da minha filha mais velha. Aí não parei mais. Quando minha segunda filha nasceu as pessoas começaram a pedir e querer comprar minhas peças. Foi então que vi no artesanato uma ótima alternativa de renda extra para mim e minha família” conta a artesã.

Já Sandro produz peças artesanais em madeira e iniciou este trabalho quando precisou ficar afastado do emprego que tinha, por motivos de saúde. “Foi o modo que encontrei de ter uma renda, manter o compromisso com minhas dívidas e manter as contas em dia. Assim peguei gosto na fabricação de peças em madeira”, analisa ele.

Daiane explica que o fazer artesanal quilombola gaúcho é muito rico e diversificado, com a forte presença de matérias-primas oriundas do meio rural como fibras, palhas, couro, cerâmica, madeira e lã de ovelha. Porém, estas matérias passam por modificações e acabamincorporando novos materiais e novas técnicas de fabricação.

No espaço de exposição do artesanato quilombola gaúcho foi lançado, durante a 44ª Expointer, o catálogo virtual “Presença Quilombola no artesanato Gaúcho”. A publicação foi fruto da parceria entre a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural(Seapdr) e a Emater/RS–Ascar e tem o objetivo de dar visibilidade e possibilitar a comercialização de obras de artesãos quilombolas.

O catálogo apresenta onze artesãs e um artesão, além de três grupos de mulheres quilombolas que confeccionam peças artesanais e, com ele é possível conhecer a história de cada um, seu trabalho, endereço e telefone, facilitando o contato direto dos artesãos com o público. “Com este catálogo é possível conhecer os saberes e fazeres quilombolas também”, conclui a extensionista.

>> Deixe sua opinião: