Bispo Dom Zeno dos Vales dos Sinos e Paranhana é homenageado com medalha na Assembleia Legislativa

O religioso anunciou que ao completar 75 anos em junho, enviou carta de renúncia ao Papa Francisco
Publicado em 19/08/2021 14:38 | Atualizado em 19/08/2021 14:41 Off
Por Alan Júnior

O bispo de Novo Hamburgo, Dom Zeno Hastenteufel, recebeu nesta quarta-feira (18), a medalha da 55ª Legislatura da Assembleia Legislativa. A iniciativa foi do deputado estadual Faisal Karam (PSDB) em reconhecimento aos 14 anos de trabalho do bispo nas comunidades dos Vales do Sinos e Paranhana. A cerimônia ocorreu no Salão Júlio de Castilhos, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, em formato híbrido.

O deputado Faisal destaca que durante os dois mandatos em que foi prefeito de Campo Bom, Dom Zeno apoiou as atividades culturais e sociais do município. “Na nossa comunidade, o bispo sempre se mostrou preocupado com o próximo e foi um parceiro em nossas ações”, diz.

A diocese que o bispo administra tem 49 paróquias, dois santuários e três seminários. E em março deste ano lançou a pedra fundamental para a construção da nova Cúria Diocesana.

Ao longo de sua trajetória, Dom Zeno buscou qualificação, transmitir conhecimento e propagar a fé.

O religioso anunciou que ao completar 75 anos em junho, enviou carta de renúncia ao Papa Francisco, conforme o Código de Direito Canônico. Dom Zeno agradeceu a homenagem. “Eu não imaginava que fosse notado por um deputado estadual. Porém, a gente andou por este mundo a fora trabalhando.  Se conseguimos nesta longa caminhada deixar marcas, sinais, é porque sempre tivemos muitas pessoas colaborando“, disse.

Ao entregar a honraria, o deputado Faisal ressaltou que Dom Zeno é uma liderança religiosa e deixará grande saudade com a sua aposentadoria. O parlamentar citou uma mensagem do Papa Francisco. “O mundo não precisa de palavras vazias, mas de testemunhas convictas, artesãos da paz, abertos ao diálogo sem exclusões, nem manipulações e que busquem a verdade mais além das ideologias e das diferentes opiniões”.

>> Deixe sua opinião: