Geral
  FORMATURA

Brigada Militar de Igrejinha realiza formatura de 235 alunos no Proerd

Neste primeiro semestre as aulas foram ministradas para 10 turmas, de 5º ano de oito escolas da rede municipal, estadual e particular.

Fotos: Divulgação/1ºBPAT

Na manhã deste sábado (11), a Brigada Militar de Igrejinha realizou, no Parque de eventos Almiro Grings (Parque da Oktoberfest), a formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – Proerd. Neste primeiro semestre as aulas foram ministradas pela soldado Franciele Gomes para 10 turmas, de 5º ano de oito escolas da rede municipal, estadual e particular, no total de 235 alunos.

O evento teve a participação do tenente coronel Cezar Augusto Chaves, comandante do 1º BPAT, do prefeito de Igrejinha, Leandro Horlle, da secretária municipal de Educação, Cristiane Martins, entre outras autoridades. Todos os alunos receberam certificado de conclusão, medalha e um leãozinho de pelúcia, mascote do Proerd. Ainda houve premiação de bicicletas aos alunos que se destacaram com as melhores redações sobre o conteúdo estudado.

Durante a cerimônia, houve o juramento do Proerd, onde diante da comunidade os alunos se comprometeram a dizer não às drogas e à violência. O currículo do Proerd objetiva identificar as habilidades básicas e fundamentais, no processo de desenvolvimento do indivíduo, necessários à promoção da saúde, incluindo:

  • autoconhecimento e autogerenciamento;
  • tomada de decisão responsável;
  • compreensão dos outros (alteridade);
  • habilidades de comunicação e relacionamento interpessoal;
  • habilidade de lidar com desafios e responsabilidades.

O presente currículo utiliza essa teoria para ensinar aos jovens como controlar seus impulsos e pensar nos riscos e nas consequências, o que resultará em escolhas mais responsáveis. Acredita-se que, ao ensinar aos jovens a tomarem decisões seguras e responsáveis, eles serão capazes de fazer escolhas saudáveis, não somente sobre drogas, mas em todos os aspectos de suas vidas. À medida que os jovens forem educados para se tornarem cidadãos responsáveis, consequentemente, conduzirão suas vidas de forma mais produtiva e livre de drogas.

A visão do Proerd é a de que os jovens que refletem sobre as diversas situações são capazes de fazer melhores escolhas, de forma não impulsiva, de se comunicar e de se relacionar melhor com as pessoas, além de se manter livres de drogas e obter maior sucesso em todas as áreas de suas vidas.