Brigada Militar realiza formatura do curso de instrutores do Proerd em Igrejinha

1º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (1º BPAT) formou três novos instrutores.
Publicado em 15/10/2021 17:16 Off
Por Rádio Taquara

Na manhã de sexta-feira (15/10), a Brigada Militar encerrou a primeira edição/2021 do Curso de Formação de Instrutores do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), em Igrejinha. Entre os 35 participantes que se formaram no curso, três são Policiais Militares lotados na área de ação do 1º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (1º BPAT): soldado Cristina da BM de Nova Petrópolis, Soldado Dias da BM de Três Coroas e o Soldado Marcos da BM de Canela. Logo esses novos instrutores estarão nas salas de aula, ministrando as lições do PROERD, ensinando o que aprenderam aos alunos de nossas comunidades.

A solenidade de formatura ocorreu no Sindicato da Indústria de Calçados. Ao todo, 34 policiais militares do Estado do Rio Grande do Sul e uma do Estado de São Paulo, concluíram o curso para ministrar as aulas nas escolas e orientar estudantes sobre os riscos das drogas e de práticas violentas. Os prefeitos de Igrejinha, Leandro Horlle, e de Três Coroas, Alcindo Azevedo, participaram do momento, bem como o comandante do Comando Regional de Polícia Ostensiva da Serra, coronel Alexandre Brite da Silva (CRPO Serra), chefe PM5 e coordenador estadual do PROERD, tenente coronel Cilon Freitas da Silva, e o comandante do 1º BPAT, tenente coronel André Lima da Silva.

Foram duas semanas de curso, com uma carga horária de 110 horas-aula, tornando-os educadores sociais, com domínio técnico da filosofia e metodologia do programa e com noções necessárias de ensino, legislação e efeitos biopsicossociais das drogas; compreensão da cultura jovem e sobre violência escolar e bullying, para exercer seu papel na estratégia de polícia comunitária da corporação, com especial aplicação nos currículos de anos iniciais, 5° e 7º anos do Ensino Fundamental.

Os novos Policiais Militares PROERD terão atuação importante a partir do próximo semestre, em especial junto aos municípios os quais prestam seus serviços na atividade de policiamento ostensivo. Com esta atividade, reforçarão as estratégias de políticas sociais de prevenção, oportunizando orientações seguras para crianças e jovens da comunidade escolar.

Homenagem especial

Ao final do evento foi realizada uma homenagem a Capitão Lígia Alves dos Santos Silva, da Polícia Militar de São Paulo, agora também formada instrutora do programa, que em março deste ano ajudou Matheus, um jovem que havia participado na infância do PROERD, que foi aquele Estado conhecer uma moça que conheceu através das redes sociais. Lá teve frustrado o encontro amoroso (ela não apareceu e bloqueou os contatos), ficando ele desamparado longe de casa.

Através do Soldado Ávila (da Brigada Militar, também homenageado), que fora seu instrutor do PROERD, uma rede do bem foi iniciada integrando as polícias militares do Rio Grande do Sul e de São Paulo com o objetivo de ajudá-lo. E foi a capitã Lígia que na oportunidade prestou todo suporte para o Matheus no momento delicado que aconteceu em sua viagem. E dessa forma, Matheus conseguiu retornar a Porto Alegre.

Capitão Lígia, que também foi a oradora da turma, agradeceu as instituições pela oportunidade de estarem realizando o curso e por confiar essa nova função. “PROERD é muito mais que um Programa de resistência às drogas e à violência, mas sim pela construção de uma sociedade mais segura e saudável”.

Tenente Coronel Cilon, Coordenador Estadual do PROERD, destacou que o curso é um programa de alta qualidade baseado na teoria sócio emocional, que é uma das teorias que fundam as diretrizes de base da educação e também é a teoria das mais modernas hoje em termos de educação para crianças e jovens: “É muito importante que a comunidade perceba que o que está materializado nesta formatura não é apenas um curso, um treinamento para os Policiais, é uma ferramenta poderosa a serviço da sociedade, materializado na presença de cada Policial em sala de aula”.

Coronel Brite, comandante do CRPO Serra, parabenizou a todos os novos instrutores, destacando a formatura e a importância do Policial Militar dentro da sala de aula: “Como é bonito ver o Policial Militar abraçado nos alunos, sendo bem recebidos na sala de aula delas. O olho da criança brilha quando vê o brigadiano e vocês vão fazer esse papel. É extremamente importante a criança olhar para você fardado e ela ter total confiança em você. Por isso a importância desse trabalho, da palavra de vocês. A missão é árdua, não tem preço, mas é muito gratificante, por estar ajudando alguém e por estar cumprindo nossa missão da melhor forma possível”.

>> Deixe sua opinião: