Cartilha de acessibilidade desenvolvida em Parobé será apresentada em congresso internacional no Chile

Obra destaca informações sobre leis de acessibilidade e explicações sobre os tipos de deficiência
Publicado em 11/11/2021 09:12 Off
Por Cleusa Silva
Foto: Divulgação/Prefeitura de Parobé

Lançada durante a 1ª Semana da Pessoa com Deficiência de Parobé, que aconteceu entre os dias 23 e 28 de agosto deste ano, a cartilha “Viva a Acessibilidade” foi selecionada pelo comitê organizador da Universidad Santo Tomás, de Santiago, no Chile, para ser apresentada no 1º Congresso Internacional de Literacias Fundamentais: Compreensão e produção linguística em contextos diversos, que será realizado nos dia 23 e 24 de novembro.

Desenvolvida em Parobé, a cartilha destaca informações sobre leis de acessibilidade e também traz em suas páginas explicações sobre os tipos de deficiência. De acordo com Miriam Freitas, coordenadora da Central Municipal de Libras (CIL) de Parobé, o trabalho inscrito, denominado “Folleto Viva Comunicación Accesibilidad en Libras como herramienta inclusiva como potencial recurso pedagógico” foi produzido com base na cartilha elaborada pela CIL e sua apresentação ocorrerá de forma online.

Miriam ressalta que é um orgulho representar Parobé, o Rio Grande do Sul e o Brasil com um material inclusivo, tornando-se um elo entre a comunidade ouvinte e a comunidade surda, com uma ferramenta que leva a cultura inclusiva em diferentes ambientes.

“Agradeço ao nosso prefeito que sempre tem apoiado ações inclusivas, tornado nossa cidade referência aqui e fora do país”, declara.

Segundo o prefeito Diego Picucha, a criação da CIL e o lançamento da cartilha, foram dois passos importantes na promoção da inclusão no município.

“Sempre lutamos pela inclusão de verdade, por isso seguimos desenvolvendo projetos, ações e ferramentas que ampliem a participação dessa importante parcela da população, promovendo dessa forma cidadania e igualdade. É um orgulho que Parobé possa servir de exemplo neste quesito, dentro e fora do país e seguiremos ampliando ainda mais nossas políticas inclusivas”, destaca o prefeito de Parobé.

>> Deixe sua opinião: