Geral
  INCLUSÃO

Central de Interpretação de Libras de Parobé oferece atendimento inclusivo para a comunidade surda

São oferecidos serviços como auxílio em consultas médicas, entrevistas de emprego, matrícula escolar, agências bancárias, entre outros
Foto: Divulgação/Prefeitura de Parobé

Completando um ano e oito meses de atuação, a Central de Interpretação de Libras (CIL) de Parobé segue promovendo a inclusão e garantindo a cidadania da pessoa surda. O espaço, que fornece o serviço de tradução em Língua Brasileira de Sinais (Libras), por meio da disponibilização da intérprete Miriam Freitas da Silva, tem como objetivo dar suporte à pessoa com deficiência auditiva que necessite de qualquer tipo de atendimento.

Conforme a prefeitura de Parobé, neste tempo de existência a Central de Libras já prestou mais de 350 atendimentos para pessoas surdas, em serviços como consultas médicas, entrevistas de emprego, matrícula escolar, agências bancárias, entre outros.

Pessoas como a auxiliar administrativa Aline Silveira, e o esposo, o montador de calçados Rafael Rodrigues, que são deficientes auditivos, e celebram a acessibilidade do uso da intérprete, serviço que já utilizaram para atendimentos em diversos serviços públicos e privados, como entrevistas de emprego, consultas médicas, entre muitos outros.

“É muito importante para nós que a Prefeitura de Parobé disponibilize esse serviço para a comunidade surda. Também ficamos felizes por Parobé pensar na inclusão das pessoas como um todo, como no transporte público gratuito que conta com acessibilidade para cadeirantes. É muito bom morar em uma cidade que pensa na acessibilidade”, destaca Aline.

O prefeito Diego Picucha ressalta a satisfação que a Central de Libras vem dando ao facilitar a inclusão das pessoas com deficiência auditiva.

“Essa é uma das muitas ações que vem ao encontro do compromisso que a gestão municipal possui em promover a inclusão social e possibilitar a cidadania ativa de seus munícipes. Tornar os serviços públicos municipais cada vez mais acessíveis é uma preocupação de nossa gestão”, ressalta o prefeito de Parobé.

Para a intérprete Miriam, muitas ainda são as dificuldades a serem combatidas pelos surdos.

“É fundamental que todas as cidades reconheçam a importância dessa acessibilidade que temos aqui em Parobé e sigam esse exemplo”, ressalta Miriam.

O serviço da Central de Interpretação de Libras (CIL) de Parobé funciona junto à sede da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, localizada na rua Vera Cruz, 120, de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 11h30min e das 13h30min às 16h30min.

Os contatos também podem ser feitos pelo telefone/Whatsapp (51) 99158-9827 ou pelo email cilparobe@parobe.rs.gov.br

Destaque internacional

A prefeitura de Parobé destaca outra realização da Central Municipal de Libras (CIL), que é a cartilha Viva a Acessibilidade. Elaborada pela CIL, e lançada durante a 1ª Semana da Pessoa com Deficiência de Parobé, em agosto de 2021, a cartilha foi destaque fora do país, ao ser apresentada no 1º Congresso Internacional de Literacias Fundamentais, realizado em novembro de 2021, no Chile. A cartilha destaca informações sobre leis de acessibilidade e, ainda, explicações sobre os tipos de deficiência.