Com proximidade de onda de frio, Prefeitura de Parobé pede reforço de doações para famílias carentes

As doações de agasalhos, cobertores e alimentos podem ser feitas na Secretaria de Assistência Social, na rua Vera Cruz, 701, no centro.
Publicado em 27/07/2021 15:13 | Atualizado em 27/07/2021 15:16 Off
Por Alan Júnior

Para que as famílias em situação de vulnerabilidade enfrentem a grande onda de frio que está chegando ao Estado, a solidariedade é a principal aliada. Se colocar no lugar do outro é uma forma de sentir no coração a necessidade do outro e agir. Por isso, o vice-prefeito de Parobé e secretário de Assistência Social Alex Bora pede a comunidade que separe e doe agasalhos e cobertores que não são mais utilizados para a campanha ‘Ser Solidário’, uma ação para a arrecadação e entrega de doações de roupas, alimentos, produtos de higiene pessoal e limpeza para serem repassados às famílias vulneráveis de Parobé.

Segundo Bora, a campanha tem ajudado a levar conforto para centenas de famílias parobeenses. “Precisamos de reforço principalmente de cobertores e agasalhos para que essas pessoas que atendemos possam enfrentar o frio intenso. A comunidade tem sido muito solidária e sabemos que podemos contar com a compaixão de todos. Ajudem, pois esta é uma forma de doar calor humano e amor ao próximo”, destaca o vice-prefeito.

Como ajudar

As doações podem ser feitas diretamente na Secretaria de Assistência Social, localizada na rua Vera Cruz, 701, no centro, assim como no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. As doações também podem ser feitas na Secretaria de Assistência Social de segunda a quinta das 8h às 12h e das 13h às 17h e nas sextas-feiras das 7h às 13h. Também pelo sistema de tele busca, com agendamento pelo telefone/WhatsApp 51 3543 8661.

A distribuição ocorre no bairro Funil, no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) Ser e Crescer, no prédio da antiga Casa da Criança (Rua Maria Lourdes Garavelo, 35), de segunda a quinta-feira, das 13h às 16h45 e nas sextas-feiras das 8h às 11h45.

A distribuição das doações de agasalhos é feita para as famílias em situação de vulnerabilidade. Todas as peças doadas são devidamente higienizadas antes de serem repassadas a comunidade, como medida de prevenção ao coronavírus. A entrega também é limitada a dez peças por família por cada mês. Pede-se que as pessoas que forem receber as doações levem sacola.

>> Deixe sua opinião: