Geral
  SEMANECA

Comdica de Taquara realiza ações voltadas à Semana do Estatuto da Criança e do Adolescente

Atividades incluíram palestras, intervenções urbanas, lives, entre outros eventos
Foto: Divulgação/Prefeitura de Parobé

Desde o dia 06 de julho, está sendo realizada em Taquara a Semana do Estatuto da Criança e do Adolescente (Semaneca). A iniciativa foi promovida no Município pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica), com a participação da Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho e Cidadania, do Conselho Tutelar, da Apae, do Lar Padilha, da ONG Vida Breve, do Instituto Vitória, da Abefi e da AABB Comunidade. A programação no Município segue até o dia 30.

A Semaneca é realizada em todo o Brasil, em comemoração ao aniversário do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), criado em 13 de julho de 1990, com o objetivo de estabelecer os direitos das crianças e adolescentes.

Entre as ações, foram realizadas palestras, lives, intervenções urbanas, entre outras atividades. Um dos eventos desta semana foi a palestra do rapper e educador social Chiquinho Divilas, no Centro Educacional Indio Brasileiro Cezar, na quarta-feira (13).

“Parabenizo as ações feitas pelo Comdica e entidades parceiras. É muito importante a promoção de iniciativas que buscam proteger os pequenos de nosso Município”, ressalta a prefeita Sirlei Silveira.

O diretor geral da Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho e Cidadania, Rafael Altenhofer, conta que, para a Semaneca, a pasta realizou uma palestra na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Getúlio Vargas, no bairro Eldorado, abordando sobre o Sistema Único de Assistência Social (Suas) e o papel do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) na proteção e garantia dos direitos da criança e do adolescente.

As equipes dos programas Primeira Infância Melhor e Criança Feliz fizeram atividades lúdicas sob o tema “A primeira infância é conversa de gente grande também”, com as crianças atendidas pelos projetos e os seus pais. E o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos realizou palestras com as turmas que participam da iniciativa, com abordagem sobre o Estatuto.

“Falar do ECA é sempre necessário, pois permite sensibilizar e conscientizar a família, a sociedade e o poder público dos direitos e deveres para a criança e adolescente. Devemos estar sempre atentos a combater todo tipo de exploração e violência contra eles”, destaca Rafael.