Comitiva de Taquara pede ao governo do Estado ampliação do Cimol

Escola está atualmente com demanda reprimida de 1,4 mil vagas.
Publicado em 07/02/2018 17:38 Off
Por Vinicius Linden

Lideranças de Taquara trataram da ampliação do ensino profissional em reunião na Assembleia Legislativa. Divulgação

Comitiva de Taquara participou, nesta quarta-feira, de uma reunião na Assembleia Legislativa intermediada pelo deputado estadual João Fischer (PP). O grupo foi liderado pelo prefeito Tito Lívio Jaeger Filho e o presidente da Câmara de Vereadores, Guido Mário Prass Filho. Na ocasião, foi tratada a ampliação da Escola Técnica Estadual Monteiro Lobato (Cimol), que conta atualmente com quase dois mil alunos e teve uma demanda reprimida de outros 1,4 mil interessados que tentaram ingressar na escola, mas ficaram sem vagas.

Também participaram da reunião o secretário estadual de Educação, Ronald Krummenauer, o secretário municipal de Educação, Antônio Edmar Teixeira de Hollanda, o diretor do Cimol, Silvio Quintino de Mello, e o presidente do Círculo de Pais e Mestres (CPM), Marlon Lazaretti. Fixinha enfatizou a necessidade de incentivar o ensino profissionalizante como forma de estimular o empreendedorismo. “A ampliação do Cimol é vital para toda a região”, resumiu o deputado.

Segundo o divulgado pelos integrantes da comitiva, foram apresentadas alternativas pelas autoridades de Taquara. O secretário Ronald adiantou que, na semana seguinte ao Carnaval, uma equipe da Superintendência de Ensino Profissional visitará a escola para avaliar a situação. Enquanto isso, a direção do educandário trabalhará na argumentação técnica para a ampliação. Atualmente, o Cimol oferece cursos técnicos nas áreas de Mecânica, Eletrônica, Eletrotécnica, Química, Informática, Meio Ambiente, Móveis e Design de Móveis.

>> Deixe sua opinião: