Comunidade já se qualifica através de cursos do Centro Municipal de Capacitação Profissional de Parobé

Em sua fase inicial o espaço está oferecendo qualificação para cerca de 200 parobeenses, em 5 cursos diferentes.
Publicado em 27/10/2021 15:18 | Atualizado em 27/10/2021 17:26 Off
Por Alan Júnior

Viabilizando oportunidades de geração de trabalho e renda, melhorando a qualificação profissional e ampliando as perspectivas de crescimento profissional, a Prefeitura está investindo em cursos profissionalizantes para a comunidade. Com esse intuito, tiveram início nesta segunda-feira, 25, os cursos do Centro Municipal de Capacitação Profissional de Parobé. O espaço oferta cursos gratuitos para a comunidade, promovidos pela Prefeitura, por meio de uma parceria entre as secretarias de Assistência Social e de Desenvolvimento Econômico e do Senai.

Em sua fase inicial o espaço está oferecendo qualificação para cerca de 200 parobeenses, em 5 cursos diferentes, entre costura industrial, confecção de moda pet, panificação e confeitaria, cozinha fast food e produção de pizzas.

Segundo o prefeito Diego Picucha, localizado na região central da cidade para facilitar o acesso da população, o espaço tem o objetivo de proporcionar a emancipação das pessoas através da capacitação profissional, tendo como objetivo primordial atender aos usuários da rede socioassitencial do município. “A formação profissionalizante é uma das grandes preocupações de nossa gestão, para atendimento da necessidade de capacitação de nossa comunidade, especial em camadas mais carentes e também de nossos jovens. Essa é uma das prioridades da gestão atual e iremos ampliar esse trabalho ainda mais no futuro por meio de diversas parcerias que estão sendo firmadas”, destaca o prefeito.

Segundo o vice-prefeito e secretário de Assistência Social Alex Bora, parte das vagas são destinadas a pessoas cadastradas em serviços da Assistência Social com o objetivo de criar oportunidades de capacitação e geração de renda para pessoas em situação de vulnerabilidade ou risco social.

O secretário de Desenvolvimento Econômico Tiago Vargas explica que o centro foi elaborado com o objetivo de proporcionar ao público conhecimentos que lhes permitam a capacitação, o aperfeiçoamento, a especialização e a atualização para entrar ou reingressar no mercado de trabalho, baseado em um levantamento feito pela Prefeitura junto às empresas para saber as necessidades do mercado de mão de obra. “O espaço está totalmente equipado, incluindo uma padaria e uma panificadora completas, a área com maquinário têxtil conta com cerca de 20 máquinas de costura, entre outros equipamentos e máquinas para a execução dos cursos”.

>> Deixe sua opinião: