Corpo de Bombeiros Militar de Taquara atendeu uma média de 171 ocorrências por mês em 2021

Taquara foi o quarto pelotão, em 2021, que mais ocorrências atendeu no Rio Grande do Sul
Publicado em 05/01/2022 13:18 Off
Por Cleusa Silva
Fotos: Divulgação/Corpo de Bombeiros de Taquara

Composto atualmente por um efetivo de 24 integrantes, o Corpo de Bombeiros Militar de Taquara atendeu em 2021 uma média de 171 ocorrências por mês. A maioria delas foi registrada em novembro e dezembro, com um aumento considerável no número de incêndios em vegetação.

Conforme o comandante dos bombeiros de Taquara, tenente Waldemar David Pereira Dias, nesse relatório ainda não estão incluídas as vistorias relacionadas ao Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI), realizadas em outros municípios do Vale do Paranhana, e nem os dados de atendimentos ao público no setor de prevenção de sinistros.

“As vistorias que realizamos em edificações, em uma média de 20 por semana, ocorrem em Taquara, Igrejinha, Riozinho, Rolante e Três Coroas. E o número de atendimentos ao público, no setor de prevenção, gira em torno de 20 a 30 atendimentos semanais”, relata tenente Dias.

No relatório anual dos bombeiros de Taquara, de janeiro a dezembro de 2021 foram contabilizados 2.060 atendimentos, uma média de 171,6 ocorrências por mês, entre incêndios em residências, prediais e industriais, salvamento/resgate veicular, salvamento de animais, lavagens de pista, apoio a outras cidades no combate a incêndios, entre outras.

“Foram muitas as ocorrências durante 2021. Também promovemos o abastecimento de caixas d’água, cortes de árvores após temporais e como forma de remoção preventiva, transporte de pacientes com Covid-19 de um hospital para outro, e diversas outras. E, claro, o combate a incêndios em vegetação e locais com acúmulo de lixo, que aumentou consideravelmente em novembro e dezembro”, destaca o comandante do Corpo de Bombeiros Militar de Taquara

Durante todo o ano foram registradas 55 ocorrências de incêndios residências, prediais e industriais, sendo 13 atendimentos somente em novembro. Do total de 207 salvamentos/resgates veicular, o maior número foi registrado em fevereiro, com 36 atendimentos.

Em razão do período de calor e estiagem, os maiores números de ocorrências em incêndios em vegetação e locais com acúmulos de lixo foram registrados em novembro e dezembro, ambos com 24 atendimentos por mês.

De acordo com os bombeiros de Taquara, somados os atendimentos, divididos por 12 meses e então por 30 dias, dá uma média diária de 5,643 ocorrências, entre cinco a seis atendimentos por dia. Em 2021, o 2º Pelotão de Taquara ficou em quarto lugar entre os quartéis de bombeiros militar que mais ocorrências atenderam no Rio Grande do Sul, entre todos os 98 pelotões de 497 municípios.

Atendimentos do Corpo de Bombeiros Militar de Taquara em 2021:

Janeiro: 220;

Fevereiro: 184;

Março: 172;

Abril: 138;

Maio: 136;

Junho: 110;

Julho: 118;

Agosto: 130;

Setembro: 120;

Outubro: 204;

Novembro: 242;

Dezembro: 286.