Curso de História da Faccat desenvolverá inventário cultural dos municípios de Três Coroas e Parobé

Equipe de pesquisa também formará um catálogo gráfico físico e virtual
Publicado em 21/10/2021 09:33 | Atualizado em 21/10/2021 17:37 Off
Por Cleusa Silva
Foto: Divulgação/Faccat

O Vale do Paranhana é muito conhecido por suas belezas naturais e pelo setor calçadista, mas também possui um vasto patrimônio cultural, que é desconhecido por muitas pessoas. Pensando em valorizar estes espaços e fazer com que eles saiam do anonimato, as Faculdades Integradas de Taquara (Faccat) colocaram em prática, por meio do curso de História, o projeto “Inventariar o Patrimônio cultural, material e imaterial das cidades de Parobé e Três Coroas no Vale do Paranhana, e das respectivas comunidades”.

A iniciativa, eleita em uma Consulta Popular, tem como meta o apoio do desenvolvimento cultural e de produtos de turismo regional. Após a coleta de dados, a equipe de pesquisa organizará as informações obtidas, formando um catálogo gráfico físico e virtual do Patrimônio Cultural, Material e Imaterial desses municípios.

Foto: Divulgação/Faccat

Conforme a Faccat, a finalização do inventário será em meados de abril/maio de 2022. A realização é do curso de História da Faccat e da Secretaria da Cultura do Estado do Rio Grande do Sul (Sedac).

De acordo com a coordenadora do curso de História e coordenadora-geral do projeto, Andrea Helena Petry Rahmeier, será feito um trabalho de pesquisa bibliográfica, de campo, de entrevistas com as comunidades, serão identificados construções, monumentos, cemitérios, pontes, logradouros e outros bens públicos de valor histórico ou artístico de Três Coroas e de Parobé, entre outros trabalhos.

“Este projeto é muito importante porque vai ser um processo de registro da história dos bens materiais, como prédios, casas, monumentos, pontes; e dos bens imateriais, como festas, a própria natureza, a identidade que essas cidades tinham”, revela Andrea.

Ela enfatiza ainda que, com esse inventário, a identidade desses bens, dessas histórias ficarão registrados.

“Estaremos fazendo pesquisas nas cidades, estaremos conversando com as pessoas e registrando a história”, conclui a coordenadora do curso de História.

No dia 16 de outubro, Andrea e as professoras Dalva Reinheimer e Elaine Smaniotto, além dos alunos bolsistas do curso de História, Camila Brum, Carolina S. Moraes, Kennedy Felipe Behling Azevedo e Richard Boher Souza, estiveram em Três Coroas apresentando o projeto para a Diretora de Cultura do município, Carine Setti.

Um pouco mais sobre o projeto

Coordenação: Andrea Helena Petry Rahmeier

Pequisadoras: Elaine Smaniotto e Dalva Neraci Reinheimer        

Assistentes de pesquisa: Élen Waschburger e Luiz Fernando Costa Neves

Bolsistas: Camila Brum, Carolina S. Moraes, Kennedy Felipe Behling Azevedo e Richard Boher Souza

Foto: Divulgação/Faccat
>> Deixe sua opinião: