Dupla é presa em flagrante após assassinar homem a pauladas e tentar incinerar o corpo em Taquara

Segundo a polícia, o crime ocorreu por volta das 14h, no bairro Empresa, e os criminosos foram presos cerca de 3 horas depois, em ação conjunta entre Polícia Civil e Brigada Militar
Publicado em 04/08/2021 21:09 | Atualizado em 04/08/2021 21:24 Off
Por Rádio Taquara

Fotos: Divulgação/Polícia Civil Taquara

Após assassinar um homem a pauladas, carregar a vítima em uma ‘carrocinha’ de reciclagem até um local ermo e tentar incinerar o corpo, dois indivíduos foram presos em ação conjunta da Polícia Civil e Brigada Militar, em Taquara. Conforme os policiais, o crime ocorreu por volta das 14h desta quarta-feira (04), e os indivíduos, identificados pelas iniciais C.V.D.R.N e J.L.O.L, foram detidos cerca de 3 horas após cometerem o crime, na rua Mascarenhas de Moraes, bairro Empresa, por homicídio qualificado.

De acordo com informações da Polícia Civil, a equipe de investigações da Delegacia de Taquara, recebeu informações a respeito de um homicídio, que teria acontecido na invasão, no bairro Empresa. Segundo a denúncia, um homem teria sido morto a pauladas e depois teve seu corpo carbonizado e abandonado em um mato, ainda no bairro Empresa e o autor do crime seria o indivíduo de conhecido como Carlos. Prontamente, a equipe do Setor de Investigações deslocou, em busca de mais informações.

Chegando ao local, os policiais encontraram vestígios de sangue na residência e, de pronto, foi solicitada a perícia. A equipe de investigações, em conjunto com a equipe da Brigada Militar, se manteve
nas buscas desde o conhecimento do crime até o momento em que conseguiram prender o principal autor do homicídio. Segundo os policiais, o homem confessou o crime afirmando que matou o indivíduo a pauladas. Os pedaços de pau utilizados no crime também foram localizados. A vítima foi identificada pela Polícia Civil como Jackson Douglas da Silveira.

Após Carlos confessar o assassinato, o mesmo indicou um segundo indivíduo que havia participado do crime, conhecido pela alcunha “prateado”. Ele teria ajudado a transportar o corpo da casa onde aconteceu o fato até um mato localizado atrás de um campo de futebol, no bairro Empresa. O corpo foi transportado em uma carrocinha de carregar material reciclável e depois foi ateado fogo. Após ser encontrado o corpo, parcialmente carbonizado, foi realizada a prisão do segundo participante do crime, que foi responsável por atear fogo no corpo da vítima, segundo a polícia.

A dupla foi presa em flagrante em uma ação conjunta entre a equipe de BM e a equipe de investigações da Delegacia de Taquara. Ambos foram conduzidos à delegacia onde foram autuados em flagrante delito pela delegada Rosane de Oliveira, titular da Delegacia de Taquara. Os criminosos aguardam a definição da casa prisional, para a qual serão conduzidos para cumprir a pena.

>> Deixe sua opinião: