Em nome da bancada do PSB, Dalciso divulga nota defendendo controle público da Corsan

Partido defende abertura do capital com limite de até 49% das ações.
Publicado em 30/08/2021 20:27 Off
Por Vinicius Linden

O deputado estadual Dalciso Oliveira assinou, nesta segunda-feira (30), uma nota da bancada do Partido Socialista Brasileiro (PSB) na Assembleia Legislativa sobre o processo de privatização da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan). A bancada do PSB fechou questão contra a perda do controle acionário público da companhia, mas disse concordar e recomendar a abertura do capital, de até 49% das ações, como forma de capitalizar a empresa e profissionalizar a gestão.

A decisão foi tomada pela bancada seguindo a posição tomada pelo diretório do PSB no estado. Segundo a nota, a medida leva em conta que a água é um bem da vida e finito, portanto, de vital importância para o ser humano e que seu acesso precisa ser universalizado, em especial, para as pessoas mais necessitadas.

Também leva em conta que o PSB, em nível nacional, protocolou uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o novo marco legal do saneamento. O partido sustenta que a nova lei afronta a Constituição Federal e prejudica as companhias públicas de saneamento.

“Considerando que a Corsan é uma companhia que presta relevantes serviços à sociedade gaúcha, de forte atuação social e lucrativa, mas, entendendo que possa melhorar ainda mais a sua gestão e eficiência, buscando alternativas, tais como: parcerias público-privadas e abertura de capital, que aumentem a capacidade de investimento para saneamento, bem como buscar o atendimento das novas exigências do marco regulatório do setor”, diz o texto.

>> Deixe sua opinião: