Geral
  POLÍTICA

Em nota, PP de Taquara enfatiza que nomeação de Gilson Redin é decisão do governo Sirlei

Segundo o partido, embora filiado ao PP, novo secretário de Agricultura de Taquara foi nomeado em decisão pessoal da prefeita Sirlei Silveira.

O Partido Progressistas (PP) de Taquara divulgou nota pública, nesta segunda-feira (24), repercutindo a nomeação do técnico agrícola Gilson Redin para o cargo de secretário de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural de Taquara. No texto, a sigla afirma que, embora o novo secretário seja filiado ao PP, a decisão é pessoal da prefeita Sirlei Silveira (PSB), “não tendo qualquer relação ou indicação pelo Partido Progressista, o qual não tem participação na atual administração”.

O Partido Progressista parabeniza o governo pela criação da Secretaria e diz que a ideia sempre foi proposta pela sigla, e não foi acatada no governo anterior. A administração passada era composta pelo PP, que tinha Hélio Cardoso Neto (PP) como vice-prefeito no governo de Tito Lívio Jaeger Filho. A sigla ainda manifesta que Gilson Redin “tenha uma boa atuação, pois nossos produtores e trabalhadores rurais estão precisando muito”.

“Destacamos que estamos vigilantes em relação aos temas importantes para a comunidade taquarense, assim a Comissão Executiva do Partido Progressista deliberou por exercer oposição construtiva, apontando erros quando necessário, indicando possíveis soluções e buscando sempre colaborar com Taquara contando também com o apoio de nosso senador Luiz Carlos Heinze, bem como dos nossos deputados estaduais e federais”, completa o texto. A nota é assinada pelo presidente do PP, Antonio Paulo Gonzaga; o primeiro vice-presidente Hélio Cardoso Neto; e o segundo vice-presidente Sérgio Prates de Moraes.