Embutidos Smaniotto analisa possibilidades para patrocinar a revitalização da Casa Vidal

Prefeitura de Taquara busca empresas parceiras para revitalização aprovada na Lei de Incentivo à Cultura.
Publicado em 20/02/2018 15:34 Off
Por Vinicius Linden

Cristina, Hélio Cardoso e Jair Smaniotto discutem proposta de patrocínio à revitalização de imóvel histórico. Divulgação/Cleusa Silva

Depois de encaminhar negociações com FH Comassetto, Mossmann Alimentos e Pirisa, a Prefeitura de Taquara está anunciando mais uma empresa que poderá se somar ao projeto de revitalização da Casa Vidal. Trata-se da Embutidos Smaniotto, que recebeu, na última quinta-feira, o portfólio de apresentação da proposta. Desde a semana passada, a empresa está analisando as possibilidades de patrocinar o projeto cultural. A revitalização da Casa Vidal, considerado o imóvel mais antigo ainda existente em Taquara, foi aprovada pela Lei de Incentivo à Cultura e, portanto, a prefeitura busca empresas parceiras que poderão abater o valor doado dos pagamentos de impostos.

A explicação do projeto foi feita pelo vice-prefeito Hélio Cardoso Neto ao diretor da empresa Jair Smaniotto, contando, também, com a participação de Cristina Seibert Schneider, gestora cultural da Patrimonium Gestão e Produção Cultural e Forma Arquitetura, empresa responsável pelo desenvolvimento do projeto.

“Ao escolher as possíveis patrocinadoras do projeto de revitalização da Casa Vidal, o prefeito Tito e eu levamos em conta diversos critérios como, por exemplo, a idoneidade da empresa e sua visibilidade no mercado da região. E ficaremos muito honrados se a Embutidos Smaniotto aliar sua marca neste importe projeto cultural”, destacou o vice-prefeito de Taquara. Segundo a Prefeitura, Smaniotto informou que analisará a possibilidade de sua empresa ser uma das patrocinadoras e prometeu um retorno até o final deste mês.

Projeto de revitalização

Desenvolvido pela Patrimonium Gestão e Produção Cultural e Forma Arquitetura, e cadastrado na Lei de Incentivo à Cultura (LIC), o projeto de revitalização da Casa Vidal tem o valor total estimado em R$ 2,5 milhões, seguindo todo o rigor técnico exigido pelas cartas patrimoniais internacionais, além da readequação dos espaços que serão utilizados para atividades culturais.

Concluída a restauração, que prevê ainda a instalação de elevador e locais com acessibilidade universal, a Casa Vidal passará a abrigar o acervo do Museu Municipal, do Arquivo Municipal e da Biblioteca Pública Municipal, além de salas para oficinas culturais, para exposição museológica, de apoio para atendimento ao público em geral e cafeteria.

O benefício fiscal para a empresa patrocinadora será de 100% do valor repassado ao projeto da LIC/RS, devendo ser feito um depósito na conta do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) referente a 5% para projetos de construção e restauração do patrimônio.

Em contrapartida, a empresa patrocinadora terá sua marca divulgada em anúncios de jornal, rádio e redes sociais, placa de obra e quadro de homenagens, feito em aço escovado, que ficará permanentemente exposto após a conclusão da obra.

Interessados em aliar sua marca a esse projeto cultural inédito no Vale do Paranhana devem entrar em contato com Cristina Seibert Schneider, Gestora Cultural da Patrimonium Gestão e Produção Cultural e Forma Arquitetura – responsável pelo desenvolvimento do projeto, através do telefone 99682-2677 ou pelo e-mail cristinapatrimonium@terra.com.br.

>> Deixe sua opinião: