Empresários registram tentativas de extorsão de supostos integrantes de facção em Taquara

Os criminosos chegaram a dizer que se as vítimas não quisessem ser assaltadas deveriam "contribuir" e que o dinheiro seria para uma creche para filhos de detentos
Publicado em 25/01/2020 11:56 | Atualizado em 13/10/2021 16:36 Off
Por Rádio Taquara
Imagem Ilustrativa / Corupá FM

Dois empresários taquarenses registraram Boletins de Ocorrências, na Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA), de Taquara, após receberem ligações exigindo dinheiro. Os dois casos foram registrados nesta quinta-feira (23) e sexta-feira (24), no Centro e no bairro Santa Maria, respectivamente.

O proprietário de um restaurante relatou, no registro de ocorrência, que teria recebido uma ligação de um aparelho celular, por volta das 11h30min, onde um homem dizia ser integrante de uma facção criminosa, que estaria atuando na região.

Segundo a vítima, o indivíduo exigiu R$ 1.000,00 e disse que a partir de agora eles estariam passando nos estabelecimentos comerciais para fazer cobranças. O empresário desconversou e foi à delegacia para registrar a tentativa de extorsão.

Já nesta sexta-feira, próximo das 12h30min, um homem, que também é proprietário de um restaurante, recebeu uma ligação ameaçadora. De acordo com a vítima, um indivíduo teria ligado e dito que “se você não quiser ser assaltado tem que colaborar e dar dinheiro para a facção”.  

O criminoso ainda disse que o dinheiro seria para construir uma creche para os filhos de integrantes da facção que estão presos. Primeiramente, o homem teria pedido R$ 500,00, depois baixou para R$ 300,00 e, por fim R$ 200,00 por mês. A vítima mudou de assunto e o indivíduo disse que ligaria mais tarde, o que não aconteceu.

A reportagem do Jornal Panorama entrou em contato com a delegada Rosane de Oliveira, responsável pela Delegacia de Polícia Civil de Taquara, e aguarda uma posição sobre possíveis ações ou investigações, que poderão ocorrer em relação aos casos.

>> Deixe sua opinião: