Geral
  SAÚDE

Estado confirma primeiro caso da varíola dos macacos em Igrejinha

A Prefeitura de Igrejinha divulgou nota, nesta quarta-feira (3/8), informando que a Secretaria Estadual de Saúde confirmou o primeiro caso

A Prefeitura de Igrejinha divulgou nota, nesta quarta-feira (3/8), informando que a Secretaria Estadual de Saúde confirmou o primeiro caso de Monkeypox (varíola dos macacos) no município, sendo o resultado do exame emitido hoje pelo LACEN/RS (Laboratório Central do Estado). Segundo as informações, o caso foi atendido em uma das Unidades de Saúde da Família, apresentando quadro clínico compatível com fase tardia de evolução, cicatrização das lesões.

Corresponde a um homem de 48 anos que mudou-se para a cidade há cerca de 20 dias, reside sozinho, não tem familiares residentes em Igrejinha. O homem residia em Canoas e, de acordo com a história clínica, o contágio não aconteceu em Igrejinha, caracterizando caso importado de Monkeypox.

O usuário permanece em isolamento domiciliar, passa bem, sem complicações até o momento; tem sido acompanhado pela equipe de Estratégia Saúde da Família que, em conjunto com a equipe de Vigilância em Saúde, vem realizando a identificação e monitoramento dos contatos.

Sobre a doença e sintomas:
A varíola dos macacos é uma infecção causada por um vírus que geralmente se manifesta de forma leve. Os principais sintomas são febre, dor e o aparecimento de lesões e feridas em algumas partes específicas do corpo. As autoridades alertam que é preciso prestar atenção a questões como compartilhamento de utensílios e contato direto com lesões na pele, fluídos e secreções corporais.

O período de isolamento será recomendado pelo médico e depende da cicatrização completa das lesões na pele. As pessoas que tiveram contato com o paciente, mas não apresentam nenhum sintoma, não possuem recomendação de isolamento.