Geral
  CAPACITAÇÃO

Faccat promove curso de iniciação científica para docentes

Capacitação será realizada entre os dias 24 de agosto a 16 de novembro

Cada vez mais presente na educação básica, a iniciação científica tem encantando os jovens estudantes, que são incentivados pelos professores a procurarem desafios e a entrar no “mundo científico” em busca de perguntas e respostas. A partir dessa análise, as Faculdades Integradas de Taquara (Faccat) irá promover o curso “Iniciação Científica: métodos e técnicas de pesquisa na Educação Básica”, direcionado, especialmente, para os professores do Ensino Fundamental e Ensino Médio.



A capacitação, que visa ensinar os docentes como incentivar seus alunos a aprender e organizar ideias, a pesquisar, a refletir e a olhar o mundo sob diversos ângulos, terá 40 horas de muito aprendizado e será realizada entre os dias 24 de agosto a 16 de novembro, nas quartas-feiras, das 19h30min às 22h30min.

Conforme a Faccat, as inscrições seguem até o dia 17 de agosto, e devem ser realizadas no site da instituição, no link www.faccat.br/cursoseeventos. A promoção é dos cursos de História, Letras, Matemática e de Pedagogia da Faccat.

De acordo com uma das ministrantes da capacitação, a professora Dra. Patrícia Kebach, o principal objetivo é a formação de professores para a orientação de pesquisas científicas junto aos estudantes. Para ela, a Iniciação Científica na Educação Básica é importante fonte de construção de conhecimento para os estudantes, desde a Educação Infantil.

“Envolve a problematização das situações do cotidiano da comunidade escolar, rumo à busca de possíveis soluções éticas e sustentáveis”, comenta Patrícia.

Testagem sistemática de hipóteses

A docente também explica que através da iniciação científica é possível exercitar o planejamento de ações, organização mental, testagem sistemática de hipóteses, prática de leitura e escrita argumentativa, além de oratória e expressão corporal, na apresentação de pesquisas nas feiras de ciências.

“Os docentes participantes aprenderão mais sobre a elaboração de projetos científicos, redação de diários de campos e relatórios com os resultados da pesquisa. Além disso, estarão preparados para orientar as apresentações dos estudantes nas feiras de ciência, que se configuram como espaços de aprendizagem e compartilhamento de conhecimento com a sociedade, de modo geral”, destaca Patrícia, que também é a coordenadora do Núcleo de Apoio Psicopedagógico (NAP) da Faccat.