Geral
  CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Faccat promoverá debate sobre ciência, tecnologia e inovação

Inscrição é gratuita e segue até o dia 28 de junho

Tendo em vista que pensar em ciência, tecnologia e inovação é analisar e agir para o avanço da sociedade, que atualmente precisa de novos instrumentos para um desenvolvimento econômico equilibrado e sustentável, construindo dessa forma uma democratização de oportunidades de emprego e renda, as Faculdades Integradas de Taquara (Faccat) e o Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR) promoverão o 1º Encontro sobre Inovação, Ciência e Tecnologia.

A iniciativa, que ocorrerá no dia 30 de junho, a partir das 13h30min, no Centro de Eventos, tem por principal finalidade aproximar a academia com as empresas dentro de um Ecossistema de Inovação, de Ciência e de Tecnologia. A inscrição, que é gratuita, segue até o dia 28 de junho, no site www.faccat.br/cursoseeventos.

Conforme a Faccat, os participantes poderão acompanhar palestras de renomados empresários e professores doutores, que são especialistas na área, como o professor Dr. Jorge Luis Nicolas Audy, que é o superintendente de Inovação e Desenvolvimento da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS); do diretor-executivo do Instituto Hélice, Thomas Job Antunes; do coordenador executivo do TECNOUCS – Parque de Ciência, Tecnologia e Inovação, prof.Dr. César Panisson, entre outros convidados.

De acordo com um dos organizadores do encontro, o professor Luiz Fernando Neves, a ação também será uma oportunidade de trocas, de descobertas e de definição de metas.

“A Faccat já está nesse processo de Ecossistema de Inovação do Vale do Paranhana e do Litoral Norte. Já participamos de várias iniciativas como Taquara Mais, e projetos de incubadoras”, destaca Neves, que também é o coordenador do Núcleo de Apoio Empresarial da Faccat.

Foto: Claucia Ferreira/Faccat

Após as palestras, será feito a apresentação dos projetos Taquara Mais e do Ecossistema Empresarial (criado por um grupo de empresários do Vale do Paranhana).

“Temos a pretensão de sair desse encontro com uma definição para o próximo passo. De dar uma sequência e não fazer ações isoladas. Queremos unir a quádrupla Hélice, que é academia, poder público, empresas e sociedade civil organizada, e o Ecossistema de Inovação”, revela o professor e coordenador do Núcleo de Apoio Empresarial da Faccat.