Infraestrutura e atendimento ao piloto são diferenciais no voo livre em Igrejinha

Município sediou etapa nacional da competição nacional e atendeu 120 pilotos.
Publicado em 10/12/2018 13:52 | Atualizado em 11/12/2018 17:05 Off
Por Vinicius Linden

Céu colorido com pilotos de voo livre no sábado (8) em Igrejinha. Divulgação/Guilherme Augusto

Depois de uma semana de competições, chegou ao final, no sábado (8), a etapa de Igrejinha do Campeonato Brasileiro de Parapente. Devido às condições climáticas, principalmente relacionadas ao vento, foram quatro provas válidas, de sete que seriam possíveis. O último dia, aliás, foi marcado por uma condição excelente de voos, o que também levou um bom público ao Morro Alto da Pedra, que sediou as decolagens. A infraestrutura e o atendimento aos pilotos foram considerados diferenciais pela equipe organizadora, conforme salientou Alberto Petry, em entrevista ao Jornal Panorama.

Segundo o presidente da Federação Gaúcha de Voo Livre e também membro fundador do Clube Serra Grande, de Igrejina, todos os retornos recebidos dos pilotos foram positivos. O município recebeu competidores argentinos, americano, russo e, também, de 10 estados brasileiros. “A nossa infraestrutura foi muito bem avaliada, nosso atendimento aos pilotos, quanto ao resgate, jantar, procedimentos de trazer ao morro. Tudo foi positivo. Cabe agradecer aos patrocinadores, à Prefeitura, ao apoio dos bombeiros voluntários e a todos os colaboradores que somaram esforços com trabalho e dedicação”, comentou.

Outro ponto ressaltado por Petry foi quanto à participação da comunidade de Igrejinha na visitação às provas. O Morro Alto da Pedra ficou aberto todos os dias, das 9 às 18 horas, e recebeu um bom público. A comunicação com a sociedade igrejinhense foi um ponto destacado. O encerramento das competições ocorreu na noite do sábado, no Alles Blau Shopping a Céu Aberto, às margens da ERS-115, onde aconteceu a premiação. Os resultados oficiais da prova estão disponíveis no site oficial da competição (https://www.brasileiro2018.com.br).

 

>> Deixe sua opinião: