Geral
  CRÉDITO RURAL

Inscrições para acesso ao recurso Feaper na Agricultura devem ser feitas até sexta-feira (06) na Emater de Taquara

Financiamento por meio do Feaper servirá também para aquisição de máquinas e equipamentos
Foto: Divulgação/Fernando Dias (Seapdr)

A Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural de Taquara, juntamente com a Emater ASCAR-RS e o Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural informam que as inscrições para a seleção de beneficiários para acesso ao recurso via Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Pequenos Estabelecimentos Rurais (Feaper), do Programa Avançar na Agricultura e no Desenvolvimento Rural, devem ser realizadas no escritório municipal da Emater, na rua Dezessete de Junho, 2428, nesta quinta (05) e sexta-feira (06). Informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 99905-2795.

Conforme a prefeitura de Taquara, os interessados em se candidatar devem, previamente, verificar junto à Emater o seu enquadramento nos requisitos constantes no Manual Feaper 2022 e se possuem a documentação mínima exigida para fazer a inscrição.

Caberá ao Conselho Municipal de Agricultura aprovar os que manifestaram interesse e se enquadraram nos requisitos, e selecionar os beneficiários limitado ao valor disponibilizado para o Município.

Os agricultores ou suas organizações, que forem selecionados para acesso ao crédito, poderão contratar financiamento por meio do Feaper para aquisição de máquinas, equipamentos, insumos, construções e ampliações para apoio e desenvolvimento das atividades agropecuárias, vinculadas a agricultores e pecuaristas familiares, assentados, quilombolas e suas organizações representativas (associações e/ou cooperativas), bem como agroindústrias familiares.

No caso de quilombolas e assentados da Reforma Agrária, pessoa física, deve também estar incluído no CADÚnico e se integrante da Agroindústria Familiar, deve ter sido cadastrado no Programa Estadual de Agroindústria Familiar (PEAF), até o dia 17 de março de 2022.

Os limites de financiamento das referidas linhas são de até R$ 15 mil para pessoa física e R$ 100 mil para pessoa jurídica, com bônus adimplência de 80%.