Geral
  LITERATURA

Inscrições para o concurso literário “Nossa gente, nossa história, nossa memória” de Taquara seguem até dia 24

Concurso premiará candidatos que produzirem os melhores textos, nas categorias contos, crônicas e poesias
Foto: Imagem ilustrativa

As inscrições para o concurso literário de Taquara, que este ano tem como tema “Nossa gente, nossa história, nossa memória”, seguem até o dia 24 de junho. Escritores taquarenses de todas as idades podem enviar a sua inscrição para o e-mail cultura@taquara.rs.gov.br, nas categorias Conto, Crônica e Poesia.

“O concurso foi fundamental pra mim, foi um catalisador de algo que estava adormecido e desenvolvi durante a pandemia que foi a escrita. Ganhasse ou não ganhasse eu participei e, graças a Deus, fui laureado nas três categorias”, declarou o relações públicas, Mateus Werb, que também atua como corretor de seguros.

Matheus foi o vencedor na categoria Crônica, conquistando também o segundo lugar na categoria Conto e o terceiro na categoria Poesia, no Concurso Literário de 2021 “Taquara 135 anos – História e Pertencimento”.

Realizado pela Administração Municipal, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Smece) e diretoria de Cultura, o concurso premiará os candidatos que produzirem textos que melhor expressem os aspectos históricos da colonização/etnias, da população, da arquitetura histórica e da cultura de Taquara.

As normas de apresentação textual a serem utilizadas para a composição dos contos, crônicas e poesias, bem como as formas de inscrição e envio podem ser verificadas no site da Prefeitura (www.taquara.rs.gov.br), clicando no banner Concurso Literário. Cada candidato poderá participar com apenas um trabalho em cada categoria.

Para o arquiteto e urbanista Tales Völker ter participado e conquistado outros prêmios o motivou a participar da primeira edição do Concurso Literário de Taquara, em que conquistou o primeiro lugar da categoria Conto.

“Ano passado estava em um momento bem produtivo, havia ganhado o primeiro lugar em dois concursos literários. O Cuéntame un cuento, do Centro de Estudios Brasileños da Universidad de Salamanca e o Concurso do Teatro das Figuras, de Faro, Algarve, Portugal. Esse segundo era uma peça de teatro, a criação de um fantasma para o teatro. A peça vai estrear em breve. Então isso me motivou a participar do concurso. E também porque adoro contos. Eu sou apaixonado por contos”, revelou o vencedor da primeira edição.

Para os escritores, a iniciativa da Prefeitura de Taquara, em promover eventos deste porte deve ser reconhecida pela comunidade, e a sua realização deve ser contínua para a valorização dos talentos taquarenses.

“Acho fundamental que as administrações municipais incentivem os autores locais. Há muitos talentos escondidos por aí e a geração de hoje está muito ligada em mídias mais imediatas, muitos não têm mais paciência de ler um livro, que dirá escrever! Além de que o mercado literário é imenso, gira muito dinheiro, há várias oportunidades de trabalho e renda, porém é dominado por autores internacionais. Temos excelentes autores brasileiros atualmente”, pontua Tales.

Matheus reitera, salientando que escrever não é para qualquer pessoa, por isso os escritores merecem este reconhecimento público.

“Escrever sobre a cidade, sua arquitetura, suas características e sobre as pessoas me inspira muito. Vou participar da segunda edição e penso que novamente vou entrar nas três categorias. É importantíssimo a prefeitura e outras entidades realizarem este tipo de concurso. A ideia foi brilhante porque muita gente, assim como eu, produziu bastante durante a pandemia e é muito bom escrever com um objetivo”, declarou Matheus.

Avaliação e Premiação

Linguagem literária, originalidade, criatividade, coerência e ligação com o tema proposto são os critérios a serem analisados pelas comissões avaliadoras do concurso literário que serão formadas por colaboradores de entidades relacionadas à Literatura e também por representantes da Prefeitura de Taquara – Secretaria da Educação, Cultura e Esporte.

Serão premiados do primeiro ao terceiro lugar, em cada uma das categorias dos gêneros conto, crônica e poesia, sendo destinados o valor de R$ 500,00 aos primeiros lugares, R$ 300,00 aos segundos lugares e R$ 200,00 aos terceiros lugares. Os três primeiros colocados de cada categoria também receberão um troféu na cerimônia de premiação que será promovida no dia 14 de julho, às 17h30min, no departamento de Cultura, localizado na rua Nelson Henck, 2957.