Laboratório de cocaína é descoberto pela Polícia Civil em Parobé

Droga seria distribuída para Porto Alegre, Região Metropolitana e Vale do Paranhana
Publicado em 04/11/2021 10:57 Off
Por Rádio Taquara
Fotos: Divulgação/Polícia Civil

Na noite de quarta-feira (03), durante ação da 3ª DIN/DENARC, agentes da Polícia Civil descobriram um laboratório de produção de cocaína, localizado no bairro Alexandria, em Parobé.

Durante a investigação, que vinha sendo realizada há quatro meses, foi identificada uma célula de facção criminosa, com origem no Vale dos Sinos, e que iria distribuir a droga para Porto Alegre, Região Metropolitana e Vale do Paranhana.

De acordo com o delegado Alencar Carraro, a cocaína, com grande teor de pureza, seria recebida de fora do Estado, misturada com insumos para aumentar a rentabilidade, prensada, embalada e distribuída para traficantes associados a essa facção, que seriam os responsáveis pela distribuição em bocas de fumo ou na modalidade de tele entrega.

Na quarta-feira, no momento em que um casal de Novo Hamburgo desembarcava de um automóvel Fiat/ Uno, na residência do bairro Alexandria, possivelmente locada, os policiais da 3ª DIN/DENARC abordaram o homem e a mulher e encontraram, dentro do automóvel, 400 gramas de cocaína, em compartimento oculto.

Um terceiro suspeito, que estava dentro do imóvel, foi abordado pelos agentes da Polícia Civil. Após minuciosa revista no imóvel, foram apreendidos 27 sacos contendo cocaína, matéria prima, insumos e frascos de produtos químicos, destinados à preparação de drogas, totalizando mais de 131 kg, além de duas balanças de precisão, aparelhos telefônicos, liquidificadores para as misturas, cadernos com anotações de grandes quantidades de drogas e dinheiro, documentos de suspeitos, embalagens para acondicionar as drogas, uma prensa hidráulica, de grande capacidade, moldes, formas, matrizes para identificar as drogas do grupo criminoso.

Conforme a polícia, todos os materiais, veículo, prensa hidráulica, foram devidamente apreendidos, e os três suspeitos foram conduzidos ao DENARC, e autuados em flagrante pela prática de tráfico de drogas e associação para o tráfico e encaminhados ao sistema prisional.

O titular da especializada destaca que nos últimos meses foram apreendidas grandes quantidades de drogas pelo DENARC, as quais seriam distribuídas pela facção criminosa com origem no Vale dos Sinos, resultando em grandes prejuízos ao grupo criminoso.

>> Deixe sua opinião: