Morador do bairro Mundo Novo solicita instalação de canos de esgoto, na rua Alexandre Vargas, em Taquara

O homem apresentou dois requerimentos, pedindo a solução do problema na prefeitura, protocolados nos dias 8 de janeiro e 22 de junho de 2021
Publicado em 26/08/2021 23:40 | Atualizado em 27/08/2021 11:15 Off
Por Alan Júnior

Fotos: Divulgação

O morador do número 2242, da rua Alexandre Vargas, no bairro Mundo Novo, em Taquara, Alexandre da Silva, 39 anos, está reivindicando a instalação de uma rede de esgoto em sua rua. Conforme Alexandre, a via onde fica sua residência seria a única, em todo o bairro, que não possui saneamento básico.

Durante conversa com a equipe da Rádio Taquara, na manhã desta quinta-feira (26), Alexandre contou as dificuldades em decorrência dessa situação que, segundo ele, já vem enfrentando há anos. “Essa água do esgoto volta toda para dentro da minha casa. Tenho duas filhas. Quando uma delas toma banho a outra não pode tomar, porque a água fica toda alojada dentro da minha casa e no terreno. Esse problema já é de antigamente, dos antigos prefeitos, que ficaram de fazer [a instalação dos canos de esgoto]…”, destaca.

Alexandre com os dois requerimentos realizados na prefeitura, nos dias 8/01 e 22/06/21.

Alexandre relatou que esta situação lhe incomoda muito, pois além de prejudicar sua família dificulta a vida de todos que moram naquela rua. Ele disse que faltou ao trabalho, nesta quinta, para vir à sede da emissora solicitar ajuda, pois, segundo Silva, já realizou dois requerimentos na Prefeitura de Taquara – o primeiro no dia 08 de janeiro e o outro no dia 22 de junho, ambos em 2021 – e, até o momento, não foi atendido.

Durante a conversa com a reportagem, Alexandre desabafou. “Nas campanhas, vários [candidatos] vereadores e prefeitos não saíam daquela rua, pedindo voto. Agora, no momento que precisei deles, me viraram as costas”. Ainda conforme Alexandre, ele conversou várias vezes sobre o problema com o ex-vereador e atual secretário de Administração, Régis Souza; falou com o vereador Beto Lemos; com o secretário de Obras, Bruno Cardoso e, também, com a prefeita Sirlei Silveira, que segundo ele, prometeram verificar o local, mas nada foi resolvido.

“Eu não peço só por mim. Tenho esposa, filhas, vizinhos que precisam dessa rede de esgoto. Por exemplo, hoje não pude mandar minhas filhas para a escola, porque ontem não puderam tomar banho”, disse.

De acordo com Alexandre, além da via não possuir esgotamento sanitário, em dias de chuva a rua fica intransitável devido à quantidade de barro e buracos que tomam conta do local. Segundo ele, um vizinho já teria solicitado à administração municipal que colocasse saibro na via, porém, até o momento, também não obteve resultado.

Secretaria de Obras de Taquara

A reportagem da Rádio Taquara entrou em contato com a administração municipal. De acordo com a prefeitura, o secretário de Obras, Serviços Urbanos, Mobilidade e Trânsito, Bruno Cardoso, esteve no local e contatou o morador.

“Pôde-se constatar que o imóvel não possui filtro e sumidouro e está com o esgoto trancado devido a fossa estar cheia. O morador está solicitando uma rede de canos na rua para ligar o seu esgoto e dos vizinhos. No entanto, Taquara não possui rede de esgoto cloacal, apenas rede pluvial, logo o tratamento de esgoto é feito de forma individual através de fossa, filtro e sumidouro”, destaca o secretário.

Ainda segundo ele, é necessário que o morador realize a limpeza periódica dos tanques sépticos, pois não se pode ligar um sumidouro na rede.

>> Deixe sua opinião: