Geral
  COBRANÇA DE ESTACIONAMENTO

Novas ruas de Taquara entram na zona azul do estacionamento comunitário

Segundo o Consepro, responsável pela administração do estacionamento comunitário, expansão da zona azul estava prevista desde a sua implantação
Rua Rio Branco, no trecho entre a 17 de Junho e a Bento Gonçalves, foi incluída na zona azul
Foto: Ronaldo Siebel/Rádio Taquara

Andando pela região central de Taquara, na manhã desta quarta-feira (15), muita gente se surpreendeu ao perceber que novas ruas começaram a ser incluídas na zona azul do estacionamento comunitário do Município.

De acordo com a prefeitura de Taquara, a expansão no número de vagas disponíveis na zona azul já estava previsto pelo Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro), responsável pela administração do estacionamento comunitário. Cabendo à administração municipal apenas dar suporte na pintura dos cordões, trabalho que está sendo realizado pela diretoria de Trânsito.

Além da rua Rio Branco, no trecho entre as ruas 17 de Junho e Bento Gonçalves, que foi incluída na zona azul na noite de terça-feira (14), nos próximos dias a diretoria de Trânsito de Taquara está programada para realizar a pintura dos cordões da rua Rio Branco, no trecho entre a General Frota até a rua Federação; e a rua Federação, no trecho entre as ruas Tristão Monteiro e Guilherme Lahm.

A Rádio Taquara entrou em contato com o Consepro, que confirmou a expansão da zona azul na região central do Município, e o aumento no número de vagas, incluindo espaços disponíveis para automóveis e motocicletas, vagas destinadas a idosos e pessoas com deficiência, além de carga e descarga.

De acordo com Simone Andréa Georgi, gerente operacional da zona azul, com a troca de diretoria do Consepro, que desde o início do ano é presidida por Daniel Lauck, no momento da transição a diretoria anterior falou sobre a necessidade de ampliação, conforme o Acordo de Cooperação nº 0001/2018 e o Termo de Referência, firmado em 11 de maio de 2018.

“O Consepro estava com dificuldades financeiras. Optamos, primeiramente, por organizar as finanças e, na sequência, pela revitalização da zona azul. E agora a execução da expansão já prevista”, informa Simone.

Além do aumento no número de vagas, o Consepro também está trabalhando para, no próximo ano, extinguir os parquímetros e realizar a venda de tíquetes através do comércio parceiro, seguindo neste momento com os mesmos valores cobrados desde o início de sua implantação.

“Apesar dos valores do estacionamento não sofrerem reajuste desde 2018, e os custos de operação subirem periodicamente, principalmente no setor trabalhista em virtude dos dissídios, nós não temos previsão para alteração no aumento da tarifa”, reforça a gerente operacional da zona azul de Taquara.

No total, serão quatro ruas incluídas na zona azul de Taquara:

– Guilherme Lahm: no trecho entre a Bento Gonçalves e a 17 de Junho;

– 17 de Junho: em frente a empresa Monitoramento Heidrich;

– Rio Branco: entre a General Frota e a Federação;

– Rio Branco: no trecho entre a Bento Gonçalves e a 17 de Junho;

– Federação: entre a Tristão Monteiro e a Guilherme Lahm.