Os artigos publicados no site da Rádio Taquara não refletem a opinião da emissora. A divulgação atende ao princípio de valorização do debate público, aberto a todas as correntes de pensamento.
Participe: jornalismo@radiotaquara.com.br
Publicado em 09/10/2021 14:27 | Atualizado em 13/10/2021 14:27 Off

O papel do gestor no desenvolvimento profissional de sua equipe

Durante toda minha trajetória como gestora, sempre tive em mente que deveria proporcionar um ambiente de desenvolvimento profissional constante para os integrantes da minha equipe, por entender que a missão de um gestor, além de atingir os resultados propostos pela instituição também é proporcionar desenvolvimento pessoal e profissional para as pessoas que o cercam, sempre busquei criar estratégias para alcançarmos os objetivos de cada um.

É claro que este desenvolvimento profissional virá somente se a pessoa estiver disponível e aberta para que isso aconteça, pois, afinal de contas, quem irá percorrer o caminho do crescimento profissional é o próprio. Não há como, nós gestores, carregarmos no colo ou conduzirmos pela mão o colaborador para o seu desenvolvimento.

Sempre gostei muito de trabalhar com planejamentos, sejam eles a curto ou a longo prazo, mas que tenhamos claro onde queremos chegar, e como faremos para chegar lá, em nosso objetivo final!

Muitas vezes, nos deparamos com colaboradores que ainda não sabem onde querem chegar, mas que estão seguindo o caminho da vida, e como dizem por aí: dançando conforme a música! Bom, para aqueles que não sabem para onde querem ir, qualquer caminho serve; mas em certo momento do caminho, com certeza se sentirão perdidos e desmotivados por não alcançarem nada, ou por não alcançarem o que estão buscando, mesmo que ainda não tenham claro para si próprio!

Por isso, o papel do gestor é fundamental para auxiliar no desenvolvimento do colaborador, através de feedbacks constantes, planejamento em conjunto, definição de metas e um acompanhamento próximo do colaborador para que possamos, a todo momento, reforçar a direção a seguir.

Muitas vezes o desenvolvimento profissional da equipe não envolve custo financeiro. É claro que as capacitações são fundamentais para a base do colaborador, mas elas não serão a única fonte de conhecimento; a dedicação do gestor, a vontade de contribuir para o crescimento dos que o cercam e a disponibilidade em ajudar as pessoas também irão contribuir muito para a mudança do colaborador!

É muito gratificante enquanto gestor ver o desenvolvimento da equipe, e em algumas situações quando isso ocorre, nossos colaboradores acabam buscando novos desafios e trilham novos caminhos, muitas vezes, até mesmo fora da nossa instituição, mas isso também faz parte do processo. O que deve ficar de saldo positivo, é saber que enquanto gestor, cumprimos nosso papel de contribuir para crescimento, para a conquista dos sonhos e objetivos que o colaborador se propôs enquanto esteve conosco!

E não há sensação melhor, do que ver o sucesso de uma pessoa e saber que você teve participação na construção dessa trajetória! Nós, como gestores saímos revigorados e prontos para iniciarmos todo o processo novamente!

Por Andresa Custódia da Silva, diretora do Senac Taquara

>> Deixe sua opinião:
Os artigos publicados no site da Rádio Taquara não refletem a opinião da emissora. A divulgação atende ao princípio de valorização do debate público, aberto a todas as correntes de pensamento.
Participe: jornalismo@radiotaquara.com.br