Observatório de Taquara se prepara para registrar chuva de meteoros na madrugada desta quinta-feira (21)

Meteoros orionídeos poderão ser vistos sem a necessidade de nenhum equipamento de astronomia
Publicado em 20/10/2021 11:29 Off
Por Cleusa Silva
Foto: Divulgação/Observatório Espacial Heller & Jung

A chuva de meteoros, que ocorre anualmente em decorrência dos detritos deixados no espaço pelo cometa Halley, poderá ser vista do Brasil, na madrugada desta quinta-feira (21). Localizado em Taquara, o Observatório Espacial Heller & Jung está se preparando para registrar o fenômeno.

Todos os anos o cometa Halley, que passa próximo a órbita da Terra a cada 76 anos, deixa fragmentos de sua passagem. A última vez que passou pela Terra foi em 1986. Como a chuva de meteoros tem origem na Constelação de Orion, esses meteoros recebem o nome de orionídeos.

De acordo com Carlos Fernando Jung, professor e diretor do Observatório, os meteoros orionídeos poderão ser vistos sem a necessidade de nenhum equipamento de astronomia, em uma posição entre o nordeste e o leste da sua posição.

“A partir da meia-noite já é possível visualizar mais meteoros. Às 3h é um horário mais apropriado e com mais possibilidades de ver o fenômeno”, explica o professor Jung.

Como o Sol nasce ao leste, as pessoas deverão olhar um pouco para a esquerda, podendo observar cerca de 15 meteoros cruzando o céu a cada hora.

“O ideal é se posicionar em um local que possua menos luminosidade. A poluição luminosa das cidades e até mesmo a Lua cheia poderão prejudicar a visualização do fenômeno”, relata o diretor do Observatório Espacial Heller & Jung.

>> Deixe sua opinião: