Ocupação das UTIs na região fica em 16,9% nesta terça-feira (23); leitos clínicos estão em 5,9%

Ao todo, 17 pacientes confirmados para Covid-19 estão em tratamento nos oito hospitais da região de Taquara no sistema 3A's do Estado para monitoramento da pandemia.
Publicado em 23/11/2021 22:27 Off
Por Vinicius Linden

A Rádio Taquara divulga, diariamente, os dados da ocupação hospitalar na região, conforme as informações das casas de saúde repassadas ao governo do Estado. Veja, abaixo, os relatórios desta terça-feira (23/11) colhidos às 22 horas pela reportagem.


Dados relacionados às UTIs regionais:

A ocupação somada das três Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), de Igrejinha, Parobé e Taquara, é de 16,90% – queda em relação aos 18,31% da segunda-feira (22/11). Ao todo, 12 pacientes estão internados nas UTIs, sendo 11 confirmados para a Covid-19. São nove em Parobé e dois em Igrejinha. Também há um paciente suspeito para a Covid-19 internado na UTI em Parobé. Dos 71 respiradores disponíveis nas UTIs dos hospitais, 10 estão ocupados, todos em Parobé.

Gráfico da ocupação dos leitos de UTI nos últimos 14 dias.

Dados relacionados ao uso de leitos clínicos:

A ocupação de leitos clínicos destinados para o atendimento à infecção pelo novo coronavírus é de 5,97% – queda em relação aos 7,46% da segunda-feira (22/11). Ao todo, oito pacientes estão internados nos leitos clínicos da região. São seis confirmados para a Covid-19, quatro em Parobé, um em Igrejinha e um em Rolante. Também há dois pacientes suspeitos para a Covid-19 em Parobé.

Gráfico da ocupação dos leitos clínicos nos últimos 14 dias.

Data e hora de atualização dos dados pelos hospitais:

Hospital de Taquara23/11/202117:00
Hospital de Igrejinha23/11/202113:24
Hospital de Parobé23/11/202111:53
Hospital de Riozinho23/11/202111:22
Hospital de Cambará do Sul23/11/202109:34
Hospital de São Francisco de Paula23/11/202108:01
Hospital de Rolante23/11/202107:52
Hospital de Três Coroas22/11/202114:08

Fonte: Governo do Estado (https://covid.saude.rs.gov.br/)

>> Deixe sua opinião: