Geral
  COMPETIÇÃO DE PARAPENTE

Piloto de Clube de Voo Livre da região será único representante gaúcho no Pan Americano de Parapente

Gaúcho compete com cerca de 120 atletas, vindos de 10 países
Fotos: Divulgação/CSGVL

Integrante do Clube Serra Grande de Voo Livre (CGSVL), que tem sede em Igrejinha, Maicon Correa será o único piloto que representará o Rio Grande do Sul no Pan Americano de Parapente. Considerada uma das mais importantes competições de voo livre do mundo, a disputa será realizada em Governador Valadares, no Estado de Minas Gerais, iniciando neste sábado (09) até o dia 16 de abril.



Durante uma semana, cerca de 120 atletas, vindos de 10 países, irão brigar por títulos individuais e por nações. Aos 36 anos, o morador de Novo Hamburgo que se dedica ao esporte desde 2015, é o único gaúcho inscrito para a competição, uma das mais tradicionais no cenário nacional do esporte.

“Apesar de ter participado de muitas competições de alto nível, este será o meu primeiro Pan. É uma prova incrível, comparada apenas ao Mundial, e me sinto honrado com a oportunidade de voar pelo Rio Grande do Sul”, comenta Maicon.

Conforme o Clube Serra Grande, o atleta traz em seu currículo diversas vitórias nos campeonatos Gaúcho e Sul-Brasileiro, além do terceiro lugar no Brasileiro, obtido na disputada categoria Open. E também já foi campeão por equipes no nacional.

“Para mim será uma responsabilidade representar o estado e darei o meu melhor para buscar um ótimo resultado. É uma competição acirrada, que garante novos aprendizados a cada dia e soma importantes pontos no ranking mundial. É uma missão e tanto, mas venho treinando muito e me sinto preparado”, destaca o piloto do CSGVL.

Maicon agradece ao apoio da Profit Academia de Novo Hamburgo, CSGVL e Federação Gaúcha de Voo Livre.

Como acompanhar as provas

As decolagens irão acontecer diariamente, ao longo de toda a semana, e podem ser acompanhadas ao vivo pela internet. A transmissão é feita no Facebook da Confederação Brasileira de Voo Livre (CBVL) e também no canal da FreeFlight.TV no YouTube.

A cada dia os competidores fazem uma prova diferente, que pode ter até 100 km de voo. Eles só conhecem o roteiro pela manhã, pois sua definição depende das condições meteorológicas do momento. As decolagens costumam acontecer por volta das 12h.

Vale lembrar que no parapente os atletas voam sem o auxílio de qualquer tipo de motor, usando apenas as forças da natureza para se manter no ar. Além disso, podem atingir mais de 1.500 metros de altitude em competições.