Polícia
  GOLPE DO NUDES

Polícia Civil de São Paulo realiza operação contra golpe do nudes nos vales do Sinos e do Paranhana

Uma das vítimas perdeu R$ 104 mil

Após realizar um complexo rastreamento de recursos das telecomunicações, para chegar aos criminosos responsáveis pelo constrangedor “golpe do nudes”, a Polícia Civil de São Paulo realizou, na manhã desta terça-feira (21), uma operação nos vales do Sinos e do Paranhana.



De acordo com a investigação, os principais alvos seriam uma moradora de Campo Bom, de 25 anos, e o marido, um detento, de 35 anos, que seriam responsáveis pelo esquema criminoso, que já vitimou moradores do oeste de São Paulo, incluindo um idoso, de 68 anos, morador de Presidente Venceslau.

O morador do interior de São Paulo, após se envolver com uma suposta adolescente de 14 anos, mantendo contato pelas redes sociais, acabou envolvido em um esquema de extorsão, acreditando que o pai da jovem e falsos policiais informaram o suicídio da adolescente e passaram a exigir dinheiro para não detê-lo pelo crime de pedofilia. Com isso, o idoso acabou perdendo R$ 104 mil.

Durante a ação, promovida por dois delegados e seis agentes paulistas, foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, em parceria com a 1ª DP de Novo Hamburgo, sendo três em Campo Bom, três em São Leopoldo, um em Novo Hamburgo, três em Parobé e um no presídio de Charqueadas.