Polícia Civil de Taquara prende acusado de homicídio e tortura

Mulher foi alvo de abuso sexual e morta em crime que envolve tráfico de drogas.
Publicado em 12/07/2021 18:36 Off
Por Rádio Taquara
Divulgação / Polícia Civil

A Polícia Civil de Taquara cumpriu, nesta segunda-feira (12), mandado de prisão preventiva contra um homem de 21 anos. O homem foi detido no bairro Petrópolis, em Taquara. Segundo a polícia, ele é investigado pelos crimes de homicídio doloso qualificado e tortura.

A polícia informou que, em 23 de março de 2021, foi registrada ocorrência policial noticiando encontro de cadáver na rua João Emílio Diehl, em Taquara. Logo em seguida, surgiram informações de que o corpo seria de Raquel Ribeiro Weiand, desaparecida em Parobé no dia 14 de outubro do ano passado.

Segundo a delegada Rosane de Oliveira, foram realizadas oitivas que narraram que Raquel havia pegado um transporte por aplicativo para ir até Igrejinha onde residia sua mãe. Ainda, foi apurado que o investigado teria sido a última pessoa a falar com a vítima.

Os investigadores descobriram que o acusado teria sido a última pessoa a falar com a vítima. Foi então identificado o motorista que teria buscado Raquel em sua casa em Parobé e levado até a casa do investigado.

Este narrou que tal pedido partiu do acusado, o qual era seu conhecido. Em oitiva do suspeito, este, segundo a delegada Rosane, apresentou diversas contrariedades em suas declarações. “O crime foi cometido com extrema crueldade, sendo a vítima estuprada e torturada até a morte, sendo o investigado um dos autores. A motivação teria como pano de fundo a traficância. Desta forma, foi representada e deferida a prisão preventiva do acusado, a qual foi cumprida na data de hoje”, diz a delegada.

Rosane de Oliveira enfatiza que qualquer informação sobre tráfico de drogas em Taquara pode ser informado anonimamente por meio do WhatssApp (51) 9.8443.3481. O sigilo da denúncia é assegurado pela polícia.

>> Deixe sua opinião: