Prefeito interino de Parobé se manifesta sobre o transporte escolar

Moacir Jagucheski rebateu boatos que davam conta de suspensão do serviço no município.
Publicado em 17/02/2018 14:04 Off
Por Vinicius Linden

Jagucheski classificou “pessoas descompromissas com a cidade” quem divulga boatos na internet. Arquivo/Panorama

Por meio de sua conta em um rede social, o prefeito interino de Parobé, Moacir Jagucheski, se manifestou, na noite desta sexta-feira, sobre boatos dando conta de suspensão do transporte escolar no município. O chefe do Executivo disse a medida tomada pela Secretaria de Educação visa a proporcionar economia à Prefeitura, que reverterá em obras para as escolas. “A partir de agora, quatro linhas dos ônibus utilizados neste serviço passam a ser da Prefeitura. Ou seja, quatro linhas passam a ser feitas por ônibus do município, onde estaremos economizando recursos”, frisou Jagucheski.

Segundo o prefeito interino, com esta medida, fica garantido o transporte aos que se inscreveram, inclusive alunos da rede estadual. “Tudo que será economizado com esta medida será investido nas escolas que fazem parte da rede municipal de ensino. O que estão publicando nas redes sociais são inverdades. Trata-se de um ataque a este governo municipal que preza pela transparência, economicidade e que trabalha por toda a comunidade de Parobé. Minha gestão jamais iria realizar qualquer ação que prejudicasse a ida de estudantes até a sala de aula”, afirmou Jagucheski.

O prefeito interino disse que, a partir de segunda-feira, sua administração estará divulgando, junto aos meios de comunicação, informações corretas e completas a respeito das medidas tomadas. Moacir Jagucheski condenou quem espalha o que chamou de inverdades, classificando as pessoas de “descompromissas com nossa cidade”.

>> Deixe sua opinião: