Geral
  CAPACITAÇÃO GRATUITA

Prefeitura dá início ao curso de Costura Industrial promovido com apoio do Sindicato dos Sapateiros de Parobé

O curso, que teve início nesta segunda (4) e conta com duas turmas de oito alunos cada, é inteiramente gratuito para os participantes.
Foto: Eder Zucolotto/Prefeitura de Parobé

Com o objetivo de qualificar cidadãos que desejam trabalhar no ramo do calçado, a Prefeitura de Parobé, por meio de uma parceria entre as secretarias de Assistência Social e de Desenvolvimento Econômico, com o apoio do Sindicato dos Sapateiros de Parobé, está promovendo o curso de Costura Industrial. As aulas tiveram início nesta segunda-feira, 4, no Sindicato dos Sapateiros de Parobé, que cedeu o espaço e as máquinas para realização do curso. Já a Prefeitura forneceu o instrutor. O curso, que conta com duas turmas, cada uma com oito alunos, é inteiramente gratuito para os participantes.

O prefeito Diego Picucha, que acompanhou a aula inaugural da primeira turma, destacou que essa é uma oportunidade para todas as pessoas que desejam aprender uma nova profissão. “Esse curso foi planejado pensando em uma das necessidades das empresas de nossa indústria calçadista, que têm buscado profissionais para trabalhar na área de costura. É uma oportunidade para quem deseja aperfeiçoar conhecimentos ou aprender um novo ofício”, ressaltou o prefeito.

O secretário de Desenvolvimento Econômico Tiago Vargas, que também acompanhou o início do curso, explica que o treinamento aborda conteúdos práticos essenciais para o exercício da profissão. “Serão aulas totalmente práticas, qualificando os cidadãos para operar máquinas de costura. Aqueles que fizerem o curso sairão prontos para mercado de trabalho, com possibilidade de contratação imediata”, destaca o secretário.

Também estiveram presentes o procurador Marcos Vinícius Carniel, o diretor da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sérgio Veiga, o coordenador do Centro Municipal de Capacitação Profissional Alex Macedo, o presidente do Sindicato dos Sapateiros de Parobé João Pires, e as instrutoras Terezinha Pereira e Ângela Reinaldo.