Prefeitura de Taquara anuncia ter zerado fila de espera para mamografias represadas durante a pandemia

Em oito meses foram agendadas 280 mamografias
Publicado em 13/10/2021 15:29 | Atualizado em 13/10/2021 23:15 Off
Por Cleusa Silva
Foto: Divulgação/Cris Vargas

Acumulando mais de 200 solicitações de exames de mamografia, em razão da pandemia do coronavírus e da suspensão dos atendimentos e exames eletivos, a prefeitura de Taquara anunciou ter conseguido zerar a fila de espera desse exame e, em oito meses de trabalho, o setor de Marcação de Consultas agendou 280 mamografias.

A industriária Marisa Licks Girardi, de 45 anos, moradora do bairro Ideal, acabou não realizando o exame no ano passado e aproveitou o atendimento da Unidade Móvel de Saúde ao lado da Praça Marechal Deodoro, no dia 02 de outubro, para solicitar a mamografia.

“Eu estava passando pelo Centro e vi que estavam fazendo agendamentos e decidi aproveitar”, conta, destacando a importância da prevenção para vencer a doença. Assim como ela, outras três mulheres também fizeram o mesmo.

Para a prefeita Sirlei Silveira, o feito é mérito do trabalho de busca ativa aos pacientes que aguardavam pelo serviço.

“A realização anual do exame é a forma mais eficaz de oferecermos qualidade ao paciente caso positive para a doença. As chances de cura no diagnóstico precoce são altíssimas. Nos colocamos no compromisso de ampliar a oferta de atendimento para cada vez mais moradoras”, ressaltou a prefeita de Taquara.

A responsável pelo setor de Regulação de Exames em Taquara, Melissa Oliveira, ressalta que a equipe trabalha constantemente no contato com os pacientes, chamando-os para as consultas e, posteriormente, para buscar o resultado dos exames.

“É uma ação constante, mas que dá resultados. Hoje não há demanda reprimida para mamografias”, contou, lembrando que o governo do Estado oferece para Taquara 134 mamografias mensais, realizadas no Hospital Bom Jesus (HBJ).

A secretária de Saúde, Ana Maria Rodrigues, ressalta que o exame é uma forma eficaz de prevenção ao câncer de mama, já que, caso seja constatada a doença, inicia-se o tratamento precoce, impedindo o avanço do tumor.

“É importante que as pessoas façam o autoexame, tocando nos seios com frequência. Neste momento, estamos trabalhando para zerar as ecomamárias e ecotransvaginais. Também estamos com zero fila de espera para nutrição, endoscopia e neurocirurgia”, comenta a secretaria de Saúde de Taquara.

Quem tem direito a mamografias

Todas as mulheres a partir dos 40 anos têm direito à mamografia através do SUS, conforme a lei n° 11.664 de 2010. Atualmente, o exame é o único capaz de diagnosticar os tumores em estágios iniciais e assintomáticos, isto é, quando não apresenta sintomas e não são palpáveis no auto-exame e no atendimento clínico.

Mulheres mais jovens com histórico de doença na família e homens suspeitos da doença também têm direito ao exame. Para ter acesso, basta ir a uma Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência para o bairro em que se mora e solicitar durante a consulta médica.

>> Deixe sua opinião: