Prefeitura de Taquara estuda parceria com o Senac para oferecer qualificação em tecnologia para jovens do município

Senac sugere fazer primeira experiência com cursos menos extensos
Publicado em 12/01/2022 09:00 | Atualizado em 12/01/2022 09:01 Off
Por Cleusa Silva
Foto: Magda Rabie/Prefeitura de Taquara

Visando oferecer uma nova oportunidade de qualificação na área de tecnologia aos jovens do município, a prefeitura de Taquara está estudando uma parceria com o Senac/RS, visando expandir a abrangência do “Programa RS TI”.

Lançado no início de janeiro de 2022, o programa tem como objetivo capacitar profissionais para área de Tecnologia da Informação, a fim de desenvolver habilidades técnicas necessárias e conectá-los às oportunidades de trabalho das empresas parceiras.

Na terça-feira (11), a prefeita Sirlei Silveira e os secretários de Orçamento e Finanças, Jefferson Müller, e de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Douglas Kaiser, se reuniram com a diretora do Senac, Andresa Custodia, e com o líder comercial, Rafael Sarmento, para analisarem a viabilidade da adesão que prima pela qualificação de jovens taquarenses.

“Estamos estudando as possibilidades de realizarmos estes cursos aqui em Taquara, pois temos muitos empreendimentos nesta linha. Percebemos que mesmo com vagas abertas para a área não há profissionais capacitados para o mercado de trabalho”, analisa Sirlei.

A chefe do executivo destaca ainda que muitos jovens saem do Ensino Médio sem perspectiva profissional.

“A experiência é importante já que a maioria das empresas solicitam requisitos para o ingresso de novos profissionais. Acredito que o Programa RS TI seja uma alternativa válida para a nossa população, pois todas as empresas hoje têm esta necessidade de investimento na área da Tecnologia da Informação”, reforça a prefeita de Taquara.

A diretora da unidade de Taquara, Andresa Custodia, levará o anseio do Município ao núcleo responsável pelas vagas, mas sugere que neste primeiro momento, Taquara identifique cursos mais curtos para ver a adesão.

“O que percebo é que o jovem, principalmente, não quer entrar num curso técnico que levará um ano e meio para sua formação, mesmo que tenha a oportunidade de um estágio, preferem formações mais rápidas. Podemos iniciar um curso mais enxuto e depois buscarmos um técnico com pessoas previamente interessadas”, menciona Andresa.

Pensando nas potencialidades de Taquara, no processo de incubação de tecnologias e nos diversos projetos que visam o desenvolvimento da área, a ideia de se fazer esta primeira experiência com cursos menos extensos foi bem recebida pelos representantes do Poder Executivo e entrará na análise, o que não descarta a realização do Programa RS TI.

“Há tanta carência no momento de contratar nossos jovens que encaro como positiva a intenção dos cursos rápidos, as oportunidades existem só temos que qualificar”, observa a prefeita Sirlei.

Programa RS TI

Neste primeiro momento, nove mil vagas para capacitação profissional no setor da Tecnologia da Informação, ofertadas em 18 escolas Senac espalhadas pelo Estado, ao longo dos anos de 2022 e 2023. 

As vagas serão distribuídas em dois ciclos, em 2022 e 2023, com metas iguais. Serão disponibilizadas 1.500 vagas gratuitas, por meio do Programa Senac de Gratuidade (PSG), as quais terão as suas divulgações por meio de editais, com ofertas de turmas abertas.

E haverá a oferta de três mil vagas disponibilizadas por meio das escolas Senac e negociadas com iniciativas públicas e privadas. No total serão quatro formações presenciais:  Desenvolvimento Front End – 204 horas, Desenvolvimento Back End com Java – 204 horas, Desenvolvimento Desktop Java – 168 horas e Desenvolvimento Python – 252 horas.

O Programa já contempla os municípios de Erechim, Passo Fundo, Caxias do Sul, Novo Hamburgo, Montenegro, Lajeado, Canoas, Viamão, Porto Alegre, Pelotas, Rio Grande, Bagé, Alegrete, Uruguaiana, Santo  Ângelo, Santa Rosa, Santa Maria e Santa Cruz. Taquara demonstrou interesse na adesão ao RS TI e aguarda novo contato para estabelecer as próximas etapas.