Prefeitura de Taquara recebe exposição alusiva à Semana de Reflexão da Consciência Negra

Documentário e 3º Encontro da Consciência Negra integram as comemorações.
Publicado em 17/11/2021 16:00 Off
Por Alan Júnior

Exposição pode ser prestigiada no saguão da Prefeitura até o dia 26 de novembro.

Fotos: Magda Rabie/Prefeitura de Taquara

No dia 20 de novembro é comemorado o Dia da Consciência Negra, um período dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. Em Taquara, a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes (Smece), através da Diretoria de Cultura e do Museu Municipal Adelmo Trott organizaram alguns momentos que levam a esta conscientização de valorizar a história e o legado cultural da comunidade afrodescendente no Município. Até o dia 26 de novembro, no saguão da Prefeitura, está sendo promovida uma exposição museológica alusiva à Semana de Reflexão da Consciência Negra.

“Falar em consciência negra é falar de nossas origens, não há como nos distanciarmos de questões como esta pelo simples fato de que também nos pertence, de que está em nossas raízes, na luta histórica de um povo que ainda passa por situações lamentáveis em seu cotidiano. Este evento objetiva mostrar que todos somos iguais e merecemos respeito independente da cor da nossa pele”, destaca a prefeita Sirlei Silveira.

A exposição é resultado do projeto “Memórias da africanidade: a contribuição da comunidade afrodescendente na história de Taquara-RS a partir dos olhares dos educandos taquarenses e do Museu Municipal Adelmo Trott” onde alunos das escolas da Educação Infantil ao Ensino Médio, municipais, estaduais e particulares participantes da iniciativa criaram um “documento artístico – objeto”, ou seja, uma escultura, um artesanato, uma pintura ou um desenho para a exposição.

“O projeto tem como foco trabalhar todas as possibilidades de documentação e memórias, visando à preservação e a valorização do legado construído pela comunidade afrodescendente através da fotografia, da pintura, da escultura e do artesanato identificado com as africanidades do grupo em estudo”, menciona o historiador Maicon Diego Rodrigues.

Lançamento e Documentário

O lançamento da Semana de Reflexão da Consciência Negra com o projeto “Memórias da africanidade”, ocorreu na terça-feira (16), pelo Google Mett, com os professores da rede de ensino. O museu também está elaborando um documentário para ser exibido nas redes sociais da Prefeitura de Taquara (Facebook e Youtube) nos dias 20 e 21 de novembro, às 19h.

O documentário conta com a participação do representante do Movimento Negro, José Luis Lopes da Silva, da secretária da Smece, Carla Silveira, e dos professores Jenifer Lima Machado, Ubiratã Ferreira Freitas, Paulo Sérgio Gonçalves, Aline de Oliveira, Daiane Arend Flores de Oliveira, Taiane Naressi Lopes e Luciana de Oliveira Corrêa. A organização do documentário é feita pelos professores Maicon Diego Rodrigues, Laureci Armando Mayca, Taís Oliveira Martins, Andreia Maria dos Reis e Silva (diretora de Educação), Regina Valentini (diretora de Cultura) e pela bibliotecária Marianna Cunha.

Encontro da Consciência Negra

Com a temática “Orgulho e igualdade: sua cor é uma honra”, ocorre no sábado, 20 de novembro, na Rua Coberta, o 3º Encontro da Consciência Negra, a partir das 10h. O evento trará diversas atrações como hora do conto, feira de artesanato e da agricultura familiar, corte de cabelo black, apresentações com a ONG Vida Breve, com Lady Black, Paulinho Show, Boteco do Zé, grupo Só uma Dica, Forró do Zé do Belo e com a bateria da Escola de Samba Mocidade Independente do Jardim do Prado.

O 3º Encontro da Consciência Negra é organizado pela Associação Regional e Cultural Afrodescendentes de Taquara (Arcat), pela Escola de Samba Mocidade Independente Jardim do Prado, pelo Instituto Pró-Cidadania em parceria com a Prefeitura e com a Diretoria de Cultura e integra a programação da Campanha Novembro Azul destinada à conscientização e prevenção ao câncer de próstata.

>> Deixe sua opinião: