Geral
  ECONOMIA

Primeiro trimestre de 2022 registra criação de 2.260 empregos no Vale do Paranhana

Indústria respondeu pela maior parte de vagas criadas; comércio teve saldo negativo.

O primeiro trimestre de 2022 teve a geração de 2.260 empregos com carteira assinada nos seis municípios do Vale do Paranhana. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, e foram divulgados no final da semana passada pelo governo federal. São apurados por meio de informações que as empresas obrigatoriamente devem prestar à União.

O melhor desempenho na geração de empregos neste começo de ano foi de Parobé, com 582 vagas criadas. Depois, aparece Taquara, com 519, seguido de Igrejinha, com 462; em seguida vem Três Coroas, com 402 empregos criados. Em Rolante foram geradas 239 oportunidades de trabalho e, em Riozinho, foram criados 56 empregos.

Na análise setorial, a indústria responde por 1788 vagas criadas na região no primeiro trimestre de 2022. Depois, o setor de serviços criou 594 oportunidades, enquanto a construção civil abriu 51 vagas. A agropecuária responde por seis empregos criados. O comércio teve fechamento de vagas no período, com 179 postos eliminados na região.