Educação Geral
  REFORÇO ESCOLAR NAS FÉRIAS

Professores que irão integrar projeto de reforço escolar nas férias participam de qualificação em Parobé

Projeto Pipas atenderá 316 estudantes dos Anos Iniciais
Foto: Divulgação/Prefeitura de Parobé

Na tarde de segunda-feira (03), cerca de 30 professores que irão integrar o projeto de reforço escolar nas férias, em Parobé, participaram de uma qualificação. A atividade, promovida pela Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Turismo, Esportes e Lazer (Sectel), foi realizada na escola Ana Maria Fay dos Santos.

O Projeto de Intervenção Pedagógica para Aprendizagem Significativa (Pipas) tem como proposta possibilitar uma melhoria no processo de alfabetização para 316 crianças, estudantes dos Anos Iniciais, e está programada para iniciar nesta terça-feira (04).

“Temos metas ambiciosas para a Educação, como a aquisição de materiais de robótica, chromebooks, além de mais de R$ 5 milhões investidos em obras de ampliação e reformas em escolas. Tudo isso, pois entendemos que devemos ofertar aos nossos estudantes um atendimento de excelência”, destacou Diego Picucha, prefeito de Parobé. 

Além de participarem da qualificação, cada educador também recebeu uma caixa contendo um kit com matérias de uso dos professores e alunos.

Além do prefeito Picucha, também participaram da abertura da qualificação o vice-prefeito e secretário de Assistência Social, Alex Bora, a secretária de Educação, Joana D’Arc Witmann,  e o vereador Leno Parobé.

Conheça o Projeto Pipas

A pandemia impactou diretamente na rotina de estudantes de diversas idades.  Reiteradas as dificuldades comuns aos que vivenciam os primeiros passos no processo de alfabetização, esse momento foi agravado pelo distanciamento dos profissionais e do ambiente propício à sua realização.

Para dar continuidade ao Projeto Mapeamento e Intervenção das Habilidades Cognitivas e Acadêmicas (MIHCA), já instituído durante o ano de 2021 pela Secretaria de Educação, o qual aborda um atendimento interventivo com foco no estímulo aos processos cognitivos superiores (controle inibitório, memória de trabalho, flexibilidade cognitiva e autorregulação emocional) e considerando estas dificuldades de aprendizagem apresentadas, o Departamento de Gestão da Educação Básica da Sectel construiu o Projeto de Intervenção Pedagógica para Aprendizagem Significativa (PIPAS), para atender os alunos durante o período de férias.

Sendo assim, o PIPAS visa o estímulo das habilidades acadêmicas/cognitivas e habilidades socioemocionais de alunos em alfabetização, de 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental, que apresentam defasagem no desenvolvimento das habilidades e competências básicas necessárias para a faixa etária, com atividades voltadas a aprendizagem dos objetos de conhecimento da linguagem, leitura e escrita, do raciocínio lógico, da aritmética e da funcionalidade, além de cultura, esporte e lazer.

O projeto acontecerá em parceria SESC, entre os dias 4 de janeiro e 3 de fevereiro,  sendo que as oficinas acontecerão três vezes por semana em duas escolas pólo para o projeto, as escolas Ana Maria Fay dos Santos e Prof. Noemy Fay Dos Santos. A Sectel está trabalhando na perspectiva de atender parte das demandas apontadas por todas as escolas de ensino fundamental.