Geral
  HABITAÇÃO

Programa de Arrendamento Residencial – PAR é feito pela Caixa Econômica Federal em Taquara

Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho e Cidadania somente repassou contatos de famílias que se enquadram no programa a pedido da Caixa, salienta o secretário.

Visando auxiliar a Caixa Econômica Federal a operacionalizar o Programa de Arrendamento Residencial (PAR) em Taquara, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Cidadania relacionou, a pedido da instituição financeira, as famílias inscritas no Cadastro Único e no Centro de Referência em Assistência Social – CRAS, que estão com as documentações atualizadas e que se enquadram nas definições e requisitos solicitados pelo PAR.



Segundo explica o secretário da pasta, Maurício Souza, foram listadas pela secretaria 12 famílias e a relação foi disponibilizada à Caixa, responsável por todos os trâmites de seleção. Para esta modalidade, há em Taquara oito unidades habitacionais disponíveis. Conforme observa, os dados fornecidos são os que estão em posse da secretaria, visto que muitas famílias podem não estar sendo acessadas por não estarem com os cadastros atualizados.

“Estamos atendendo muitas famílias que souberam do Programa através daquelas que estão sendo chamadas para atualizar o cadastro, e que solicitam fazer parte do mesmo. Nós enquanto Município não temos no momento nenhum programa neste sentido, somente fizemos um favor à Caixa e de acordo com os nossos cadastros identificamos os locais e indicamos as famílias que poderão vir a ser beneficiadas, atribuições listadas aos municípios, mas toda a operacionalização, contato com as famílias e a posterior seleção dos contemplados não cabe a nós”, explica o secretário. 

PAR

O Programa de Arrendamento Residencial (PAR) tem por objetivo propiciar moradia à população de baixa renda (famílias com renda mensal de até R$3.200,00) que não possuam restrições de crédito, sob a forma de arrendamento residencial com opção de compra. É uma operação de aquisição de empreendimentos novos, a serem construídos, em construção ou a recuperar/reformar. As unidades habitacionais dos empreendimentos adquiridos se destinam à oferta de moradias, sob a forma de arrendamento residencial com opção de compra, às pessoas físicas enquadradas. O Programa é operado com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), criado exclusivamente para aplicação no PAR. O agente gestor do Programa é o Ministério das Cidades e quem operacionaliza é a Caixa Econômica Federal, cabendo aos municípios dentre outros identificar os locais para implantação dos projetos e indicar as famílias a serem beneficiadas com o empreendimento.