Programação cultural do Museu Histórico de Rolante propõe reflexão e debate sobre a temática da negritude

Filmes serão exibidos uma vez por mês e de forma gratuita
Publicado em 28/07/2021 11:47 | Atualizado em 28/07/2021 11:48 Off
Por Cleusa Silva

O Museu Histórico de Rolante, em parceria com o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (NEABI) do IFRS Campus Rolante, promoverá, a partir do dia 06 de agosto, uma programação cultural com o objetivo de propor um debate sobre a temática da negritude – sentimento de orgulho da identidade negra.

Uma vez por mês, no Espaço Cultural (localizado na avenida Getúlio Vargas, Nº 62 no Centro), às 19h30min, ocorrerá a exibição comentada de filmes relacionados a conscientização do valor e da riqueza cultural dos negros, culminando numa roda de conversa, no dia 19 de novembro, véspera do dia da consciência negra.

Conforme a prefeitura de Rolante, tais atividades buscam valorizar a cultura negra, mobilizando reflexões que também visem ao combate ao racismo e às desigualdades sociais. O ciclo de filmes vem sendo oferecido de forma gratuita à comunidade, desde 2016, com um viés social, cultural e educativo.

A curadoria da programação foi feita pela equipe do Museu Histórico, representada pelo historiador Igor Glaeser, coordenador do Museu, e pela diretora do Departamento de Cultura de Rolante, Joyce Reis, em conjunto com membros do NEABI, que serão comentadores dos filmes exibidos.

Ao todo, serão quatro sessões comentadas e uma roda de conversa. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail museuhistorico@rolante.rs.gov.br, ou pelo telefone (51) 3547-1351.

Programação:

6/8 – 19h30min – Filme: O grande desafio – Comentário: Daniel Santana de Souza. Professor de Química do IFRS – Campus Rolante e Coordenador do NEABI.

3/9 – 19h30min – Faça a coisa certa – Comentário: Taise Tatiana Quadros da Silva. Bacharel em História pela UFRGS, Dra. em História Social pela UFRJ e professora de História do IFRS.

8/10 – 19h30min – Kiriku e a feiticeira (sessão especial para as crianças) – Comentário: Ana Paula Cecato de Oliveira, professora de Letras – Português/Inglês do IFRS – Campus Rolante e membra do NEABI.

5/11 – 19h30min – Mississipi em chamas – Comentário: Hilaine Santos do Carmo, enfermeira, militante e membra do NEABI.

19/11 – 19h30min – Roda de conversa: O que significa o 20 de novembro?

>> Deixe sua opinião: