Projeto LI apresenta e-book com textos produzidos por alunos da Escola Alípio Sperb de Taquara

A ação integra o Projeto LI – Leitura Integral onde, mais do que estimular o ler e escrever, busca despertar o exercício da leitura e escrita pensante e de diferentes formas.
Publicado em 17/10/2021 00:10 Off
Por Vinicius Linden
Divulgação

Nos meses de junho, julho e agosto, os estudantes dos 7°, 8° e 9° ano da Escola Municipal Alípio Sperb, de Taquara, aprenderam sobre leitura e escrita interpretativa e, por fim, escreveram seus próprios textos. O resultado é a publicação de um e-book, evidenciando o talento para a escrita em diferentes tipos de redações. A ação integra o Projeto LI – Leitura Integral onde, mais do que estimular o ler e escrever, busca despertar o exercício da leitura e escrita pensante e de diferentes formas, seja na literatura, nos quadrinhos, no audiovisual, na música e até mesmo na mídia.

No total, 50 textos integram a publicação, os quais surpreenderam a organizadora Taína Lauck pela qualidade dos mesmos. “São estudantes com muito potencial, que fizeram textos criativos, com muita qualidade, retratando muito do que vivem e das suas percepções. São textos que falam de arte e cultura e do que gostam nessa área, além da experiência com as oficinas que realizamos, dos seus gostos, opiniões e planos. São conteúdos originais, genuínos e que tem muita qualidade”, declara. As oficinas foram realizadas para todos os alunos, como arte das aulas e o envio de textos para integrar a publicação era opcional. Os alunos que escreveram, além de terem seus textos publicados, também receberam um exemplar do livro Caballeros, da Tai Editora, promotora do Projeto LI, que também fez a doação de algumas unidades da obra para a biblioteca da escola.

Divulgação

Para a professora de Língua Portuguesa Rita Tatiana Martins, que acompanhou os alunos na atividade, o projeto é muito enriquecedor e abre muitas portas para eles. “A leitura e a escrita são fundamentais. Em um tempo onde parece tão banal por tanto conteúdo que se encontra nas redes sociais e na internet, esse pensar o que se lê e escreve é essencial. Eles gostaram muito da atividade e se empenharam em fazer bons textos. Essa experiência vai ser fundamental na vida deles, agregando ao currículo com um valor enorme”, destaca a educadora.

Beatriz Araújo, secretária da Cultura, em visita a Taquara, recebeu um kit igual ao dos alunos. Entrega realizada pelo sócio da Tai Editora Rodrigo Viegas. Foto: Divulgação

Sobre o projeto

O Projeto LI – Leitura Integral tem como objetivo permitir que os jovens consigam desbravar o universo da leitura e escrita, descobrir novos mundos, entender um pouco mais a si mesmo e à vida, aprendendo a pensar por si. Para tal, foram realizadas oficinas de forma remota durante o horário escolar, integrando sua grade curricular, além da entrega de materiais impressos aos alunos. O projeto é dividido em etapas com oficinas contemplando teoria e prática referentes a cada um dos temas abordados, totalizando oito encontros. O jornalista Rafael Tourinho foi o oficineiro responsável por compartilhar o conhecimento e comandar os momentos de aprendizagem. Ele esteve acompanhado, em alguns deles, por convidados que compartilharam sua vivência e percepções sobre suas áreas de atuação, realizando um debate junto aos estudantes: Ilana Lehn (poetisa, escritora e produtora de eventos literários), Lidiani Lehnen (jornalista cultural e idealizadora do site Drops do Cotidiano), Muriel Paraboni (artista multimídia, poeta, professor, crítico e curador de cinema e artes), Rodrigo Viegas (designer, produtor audiovisual e roteirista e desenhista de quadrinhos) e Thiago Henrich (músico multi-instrumentista e produtor musical). A publicação do livro digital contempla o encerramento do projeto, que tem, no momento, mais dois objetivos: angariar fundos para realizar a impressão do livro e buscar formas de realizar este mesmo trabalho em outras escolas e municípios.

A organização é de Tai Editora e Instituto Gaúcho Pró-Cidadania, em parceria com o SESC, a Prefeitura de Taquara e a Escola Alípio Sperb. O Projeto LI – Leitura Integral foi contemplado no Edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura em Parceria com a Fundação Marcopolo, através da Lei Aldir Blanc. É possível saber mais o projeto pelo Site (https://www.lileituraintegral.com/), Facebook (www.facebook.com/projetoleituraintegral/) e Instagram (@projetoleituraintegral).

>> Deixe sua opinião: