Projeto Meta iniciará na primeira semana de março em Parobé

Em sua segunda edição, iniciativa atenderá sete escolas.
Publicado em 21/02/2018 14:42 | Atualizado em 21/02/2018 16:42 Off
Por Vinicius Linden

O Projeto Metodologias Ativas (META) foi criado em 2017, em Parobé, com o objetivo de atender os alunos que apresentavam distorção de idade/série a partir do quinto ano do ensino fundamental, como baixa frequência, notas abaixo do esperado e abandono escolar. O META trabalha com assuntos do interesse dos alunos, incentivando-os a desenvolver habilidades e competências e consequentemente melhorando seu desempenho escolar, por meio de Metodologias Ativas.

Em 2018, o projeto iniciará no dia 1° de março e vai atender sete escolas do município. Nos turnos da manhã atenderá as escolas Maria Francisca, Idalino Pedro da Silva e Padre Afonso Kist, já na parte da tarde serão as escolas Artuino Arsand, Leopoldo Frederico Willers, Getúlio Dornelles Vargas e Ana Maria Fay dos Santos.

Nesse ano já estão inscritos 110 alunos e, as inscrições seguem durante o mês de março. Para manutenção do projeto a Secretaria de Educação, Esporte, Cultura e Lazer investe cerca de R$ 144 mil reais ao ano. Para a coordenadora do META, Josiane Karpinski, o projeto resgatou muitos jovens e adolescentes por meio da pesquisa científica e do desenvolvimento das potencialidades individuais e da autonomia,”a continuidade do META vai trazer muitos benefícios para os alunos da rede municipal”. Para o prefeito Moacir Jagucheski, a manutenção de boas ações é o caminho do crescimento “O META funcionou muito bem e sua continuação é fundamental para a qualidade da educação municipal.”

>> Deixe sua opinião: