Retrofit: uma nova ‘roupagem’ em prédios antigos e históricos de Taquara – Conheça a Casa Ebling & Fleck

Imóvel, construído em 1908, inicialmente foi um empório e atacado de diversas mercadorias
Publicado em 15/10/2021 23:32 Off
Por Cleusa Silva

Conhecida como retrofit, a revitalização de imóveis antigos ou históricos tem se mostrado uma forma inteligente de preservação do patrimônio cultural, dando uma nova vida a construções antigas e até símbolos dos municípios. Caminhando pela região central de Taquara é possível observarmos alguns casarões antigos que recentemente ganharam uma nova “roupagem”, como é a Casa Ebling & Fleck, localizada na esquina da rua Júlio de Castilhos com a Tristão Monteiro.

Conforme o “Inventário do Patrimônio Histórico, Arquitetônico e Cultural de Taquara”, desenvolvido por alunos do curso de História das Faculdades Integradas de Taquara (Faccat), o imóvel foi construído em 1908, por Albino Ebling, que instalou no local uma casa comercial, aproveitando seu ponto estratégico entre a cidade, o caminho dos trem, a serra e o litoral.

Funcionando como empório e atacado por um longo período, o estabelecimento comercial intermediava a comercialização de mercadorias vindas de Porto Alegre, São Leopoldo, da região do litoral, como Santo Antônio da Patrulha, Padilha e Rio da Ilha, além da cidade serrana de São Francisco de Paula.

Ao lado do casarão havia um largo terreno, onde os tropeiros e serranos acampavam com suas tropas de mulas, ocasião em que traziam queijos, lã, cabelo cavalar, mel e banha para serem comercializados na Casa Ebling & Fleck, e compravam produtos para sua subsistência, como sal, querosene, tecido e café.

Fotos: Acervo Amigos de Taquara

Após reunir as mercadorias trazidas de vários pontos de Taquara, e também de municípios vizinhos, como Santo Antônio da Patrulha e São Francisco de Paula, o estabelecimento comercial encaminhava tudo para Porto Alegre e São Leopoldo, via trem, mesmo meio de transporte utilizado para trazer a Taquara as mercadorias encomendadas de Porto Alegre e São Leopoldo.

Com muitos contatos comerciais nas cidades onde encaminhava seus produtos, a Casa Ebling & Fleck teve um importante papel no desenvolvimento econômico local e regional, promovendo um entreposto de compra e venda, abastecendo a população de Taquara e de São Francisco de Paula e estabelecimentos locais com mercadorias vindas de outros pontos de produção, e abastecendo São Leopoldo e Porto Alegre com produtos de origem primária e necessários ao meio urbano.

Com uma arquitetura clássica, que se destaca no Centro de Taquara, a Casa Ebling & Fleck é um prédio de alvenaria, de estilo clássico platibanda com estuque. Coberto originalmente com telhas de barro, quatro águas a vista, o prédio possuía portas de madeira, que foram substituídas por vitrines, além da remoção da porta frontal e das janelas.

Expressando a potência que a empresa representava para o município e região, por meio de sua arquitetua imponente, o prédio também pertenceu a família Fleck e Alípio Ebling e, em 1968, foi vendido para os irmãos Jair e Juarez Andrade de Lemos. Atualmente pertence ao advogada Denis Badermann de Lemos e está locado para o Cooperativa de Crédito Sicoob Vale Sul.

Conforme a gerência do Sicoob, a última revitalização da Casa Ebling & Fleck ocorreu no início de 2020, meses antes da inauguração da agência, ocasião em que o telhado recebeu madeiras e telhas mais leves. Na parte interna foram erguidas novas paredes e foi criado uma espécie de mezanino, mas o restante do prédio ainda conserva os detalhes da estrutura original.

Fotos: Cleusa Silva/Rádio Taquara

>> Deixe sua opinião: