Rippel decreta situação de emergência em função da estiagem em Rolante

Entidades já contabilizam cerca de 30% de perdas na produção agrícola e famílias recebem abastecimento com caminhão pipa.
Publicado em 06/01/2022 17:59 Off
Por Vinicius Linden

O prefeito de Rolante, Pedro Rippel, reuniu-se com o coordenador geral da Defesa Civil, Cleber Zaro, secretários municipais e representantes de entidades na última terça-feira, 4, para avaliar a real situação do município em função da estiagem e, diante de todas as situações relatadas, o grupo avaliou a necessidade de decretar situação de emergência em Rolante.

Na oportunidade, o coordenador operacional da Defesa Civil e comandante do Corpo de Bombeiros Voluntários de Rolante, Leandro Gottschalk, falou sobre o trabalho que os bombeiros vêm realizando há três semanas, abastecendo, com caminhão pipa, a cada três dias cerca de 40 famílias nas seguintes localidades: Glória, Canta Galo, Sertão do Canta Galo, Morro Grande, Maragata e Colônia Monge. “É bem provável que se não tivermos episódios relevantes de chuva, em uma semana este número de localidades sem abastecimento de água seja duplicado”, salienta Gottschalk.

O secretário de Obras, Claus Schierholt, o secretário de Agricultura, Jair Silva, a chefe do Escritório da Emater em Rolante, Janelise Wastowski, e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar, Leandro Rossi, falaram sobre o que vêm acompanhando nas propriedades rurais e já contabilizam cerca de 30% de perdas nas produção agrícola, ocasionada pela falta de chuva. “O longo período sem chuva afetou bastante a produção e o abastecimento de água tanto para o consumo humano quanto para os animais e a irrigação das plantações. Já estamos estudando alternativas para amenizar esta situação”, comenta Rippel.

No mesmo dia, Rippel teve uma audiência com o secretário estadual de Obras e Habitação, José Luiz Stédile, juntamente com o presidente do PSB em Rolante, Adão Kolowski e o secretário do Partido, Ivan Both, solicitando o apoio para a perfuração de micro poços artesianos e a construção de redes de água nas localidades que estão com graves problemas de abastecimento. O prefeito Pedro Rippel decretou situação de emergência na quarta-feira, 5, e a Defesa Civil já encaminhou o decreto ao governo do Estado, aguardando a homologação do decreto a nível estadual.

Divulgação