Secretaria de Educação de Taquara doa celulares para alunos da rede municipal de ensino

Mais ações voltadas à conectividade dos estudantes de Taquara devem ocorrer em breve
Publicado em 16/08/2021 17:04 | Atualizado em 17/08/2021 09:43 Off
Por Cleusa Silva
Fotos: Divulgação/Ruan Nascimento

Tendo como objetivo auxiliar os estudantes em suas atividades escolares, principalmente aquelas realizadas de forma remota, a Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Smece) de Taquara doou celulares aos alunos matriculados na rede municipal de ensino. Os telefones, oriundos de doações feitas ao Município, estão sendo destinados aos estudantes que não tinham um celular e estavam sem o acesso às aulas virtuais realizadas durante a pandemia.

Conforme a secretária de Educação, Cultura e Esportes, Carla Silveira, as primeiras entregas de aparelhos foram na sexta-feira (13), beneficiando 12 estudantes de seis escolas diferentes. Cada um recebeu um aparelho telefônico, sem chip e sem carregador de bateria, os quais devem ser providenciados pelos alunos.

“A principal finalidade destas doações é de atender as necessidades dos alunos da nossa rede, em especial as atividades escolares disponíveis na plataforma Google Sala de Aula, bem como ter maior proximidade com os professores. Após as aulas, eles poderão utilizar os aparelhos para outras atividades, mas o principal é garantir o acesso aos conteúdos virtuais”, conta Carla, explicando ainda que a ação não foi pensada por escola, mas de acordo com a necessidade dos alunos.

Uma das escolas que tiveram alunos atendidos pelas doações de aparelhos é a Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Calisto Eolálio Letti, do bairro Fogão Gaúcho. Quatro estudantes receberam um celular, e segundo a diretora Tiane Aguiar, as doações foram de suma importância às crianças beneficiadas.

“Antes eles não conseguiam participar das atividades on-line e nem mesmo acessarem o Google Sala de Aula, mas agora eles poderão acessar aos conteúdos e desenvolver pesquisas, para assim estarem conectados ao mundo digital”, celebra a diretora Tiane.

A jovem Sônia Maria Santos da Silva, de 12 anos, foi uma das estudantes, do sexto ano, que recebeu um celular e ficou bastante feliz.

“É um sonho realizado ter o meu primeiro celular. Vou usar muito para os trabalhos da escola. É um sentimento inesquecível estar mais próxima dos meus colegas”, comemora a adolescente.

Pela Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Doutor Alípio Alfredo Sperb, no bairro Santa Maria, outros três alunos receberam os telefones da Smece. A diretora da escola, Isis Fagundes da Silva, conta que esta medida permitirá uma maior integração destes com os demais colegas.

“Eles passam a estar mais próximos da escola, e isso também é benéfico pensando na autoestima destas crianças”, destaca.

O estudante William Cauã Ferreira, aluno de 16 anos do nono ano, recebeu um aparelho telefônico para sua irmã e seu irmão, de nove e 10 anos, respectivamente, e comenta que a medida irá melhorar no aprendizado deles.

“Eu já tinha um celular, mas eles ainda não. Agora terão um contato melhor com as professoras daqui e terão maior motivação para realizar suas atividades”, frisa.

Próximos passos

A secretária Carla afirma que mais ações voltadas à conectividade dos estudantes de Taquara devem ocorrer em breve. Será feito um edital de navegação gratuita, destinado às crianças que não têm acesso à internet, como forma de ampliar as estratégias de participação dos alunos que continuam no ensino remoto.

Outra medida a ser implementada será a instalação de computadores e projetores com acesso à internet nas salas de aula, para facilitar ao professor a usar recursos tecnológicos na sala de aula.

“A pandemia veio para nos ensinar que a questão tecnológica é fundamental na educação, e precisamos fazer os investimentos necessários para garantir essas melhorias aos nossos estudantes”, destaca.

>> Deixe sua opinião: