Geral
  COMBATE AO MOSQUITO

Secretaria de Saúde de Taquara realiza palestras sobre os perigos da dengue nas escolas

Objetivo é alertar estudantes sobre os cuidados que eles precisam ter para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, causador da doença.
Encontros abordam o ciclo de vida do mosquito e os sintomas da doença
Foto: Isadora Toledo/Prefeitura de Taquara

A Secretaria de Saúde de Taquara, através da equipe da Vigilância em Saúde e dos agentes de combate a endemias, tem realizado nas últimas semanas diversas palestras nas escolas municipais para tratar sobre a prevenção da dengue. Nos encontros, são abordadas informações sobre o mosquito Aedes aegypti, como o seu tempo de vida, quantos ovos podem ser colocados por uma única fêmea e o que se deve fazer para evitar que tenham criadouros nas residências. 

As ações nas escolas fazem parte dos trabalhos de prevenção da doença alinhados pelo Comitê Municipal Intersetorial de Controle e Combate à Dengue, Zika Vírus e Chikungunya, composto por representantes das secretarias de Saúde, de Educação, de Meio Ambiente, de Desenvolvimento Social, do Conselho Municipal de Saúde, do Hospital Bom Jesus e da Comunicação Social. Segundo a secretária de Saúde, Mariane Farias da Silva, as palestras com as crianças são fundamentais, pois as crianças atuam como multiplicadoras da informação, passando seus conhecimentos aos familiares, amigos e vizinhos. “Também é importante que as medidas para combater a dengue sejam conhecidas desde a infância. Assim, os hábitos de prevenção serão levados por toda a vida”, comenta.

Sobre as ações, a prefeita Sirlei Silveira destacou o trabalho realizado nas escolas, com informações sobre os perigos que a dengue pode causar em pessoas infectadas. Para evitar a proliferação do Aedes aegypti, todos nós temos que fazer a nossa parte, virando garrafas para baixo, tampando lixeiras, além de evitar a colocação de pratos com água nos vasos de flores. E é por isso que estão havendo as palestras nas unidades de ensino, para ampliar a mobilização no Município contra a dengue” destaca.

Ações nas escolas

Nesta quinta-feira (26), as escolas municipais Tomé de Souza, no Distrito de Santa Cruz da Concórdia, e Salzano da Cunha, no Distrito de Fazenda Fialho, foram visitadas. Em ambas as palestras, foi apresentado um vídeo que fala sobre o ciclo de vida do Aedes aegypti, da colocação de ovos até a fase adulta do mosquito. A equipe da Secretaria de Saúde respondeu também às dúvidas dos alunos sobre como prevenir a criação de focos. “O conhecimento é uma das melhores medidas de prevenção para qualquer doença. No caso da dengue, não é diferente. É muito importante que a população saiba como eliminar os criadouros do mosquito para evitar novos casos”, completa Mariane. 

O estudante Saimon Miguel Loss, de 10 anos, foi um dos que acompanharam as palestras. Ele achou muito importante aprender como combater o mosquito da dengue. “Eu não sabia que uma única fêmea poderia depositar 1000 ovos de uma vez. Como é uma doença bem perigosa, precisamos tomar cuidado para não permitir a criação de focos”, conta. O  aluno Caio Augustin de Lima, de 9 anos, também gostou do encontro. “Gostei do conteúdo sobre o ciclo de vida do mosquito. Vamos continuar evitando que tenham criadouros perto da gente”, completa.